O conceito de felicidade em crianças

AUTOR(ES)
FONTE

Psico-USF

DATA DE PUBLICAÇÃO

31/03/2014

RESUMO

Com o intuito de contribuir para a compreensão do bem-estar subjetivo e o aprimoramento dos processos de avaliação da qualidade de vida subjetiva infantil, este estudo buscou conhecer o conceito de felicidade em crianças. Participaram 200 crianças (52,5% meninas) de 5-12 anos, estudantes de escolas públicas e privadas de Porto Alegre, que responderam individualmente sobre o que pensam sobre a palavra felicidade e como definem felicidade. As respostas foram analisadas por análise de conteúdo, e comparações foram efetuadas para sexo, faixa etária e tipo de escola. Os conteúdos mais mencionados foram sentimentos positivos, lazer e amigos. As meninas destacaram sentimentos positivos na felicidade, enquanto os meninos referiram mais o lazer. A realização de estudos com base na visão das próprias crianças viabiliza avaliações mais adequadas da satisfação de vida e do bem-estar subjetivo infantil, bem como o desenvolvimento de programas de intervenção mais efetivos junto às mesmas.In order to contribute to the understanding of subjective well-being and to the enhancement of assessment processes of subjective quality of life during childhood, this study aimed at investigating the concept of happiness in children. Two-hundred children (52.5% girls) from 5 to 12 years-old, students in public or private schools in Porto Alegre, Brazil, participated in this research. Children responded individually to what came to their mind with the word happiness and to how they define happiness. Answers went through content analysis, and comparisons were made for sex, public or private school, and age range. The most mentioned contents were positive feelings, leisure, and friends. Girls highlighted positive feelings in happiness, whilst boys referred more to leisure. Conducting research studies from the children's own point of view enables more adequate assessment of children's life satisfaction and subjective well-being, as well as the development of more effective intervention programs.

ASSUNTO(S)

human sciences

Documentos Relacionados