Monitoramento de um trecho do bosque do mangue da foz do rio São Mateus, Conceição da Barra (ES), entre os anos 1998 a 2011

AUTOR(ES)
FONTE

IBICT

DATA DE PUBLICAÇÃO

24/08/2012

RESUMO

Este trabalho tem por objetivo monitorar no período de 1998 a 2011 a evolução biogeográfica de um trecho do bosque de mangue da foz do rio São Mateus (Setor 1), localizado no município de Conceição da Barra no estado do Espírito Santo. Os pressupostos teórico-metodológicos estão embasados em uma teoria de caráter sistêmico: a Teoria Geral do Sistema, proposta por Bertalanffy (1975; 1986), na proposta da estrutura hierárquica para manejo e conservação dos manguezais, apresentada por Schaeffer-Novelli et. al. (2000; 2005) e na perspectiva da tipologia dos ambientes geomórficos costeiros proposta por Thom (1967; 1982) e refinada por Woodroffe (1981; 1992; 1994). A foz do rio São Mateus caracteriza-se como uma área de evidente presença de bosques de mangues, bem como com relevante ocupação urbana em uma de suas margens onde são desenvolvidas atividades econômicas diversificadas. Notou-se que a área em estudo ora sofre processo de erosão ora de deposição devido influências pluviométricas e fluviométricas características inerentes às áreas estuarinas. Por outro lado, condições de precipitação e, consequentemente vazão, ao longo da bacia bem como da deriva litorânea influenciam diretamente na configuração geomórfica da foz e consequentemente nos manguezais

ASSUNTO(S)

manguezal distribuição de ecossistemas costeiros biogeografia rio são mateus espírito santo mangroves distribution of coastal ecosystems biogeography river são mateus espírito santo geografia

Documentos Relacionados