Documento


Meio ambiente, saúde e desenvolvimento sustentável

AUTOR(ES)
FONTE

Ciência & Saúde Coletiva

DATA DE PUBLICAÇÃO

2009

RESUMO

Os problemas do meio ambiente e seus impactos na saúde e bem-estar das populações, sobretudo dos mais carentes e excluídos do acesso a bens materiais e simbólicos proporcionados apenas a uma minoria privilegiada, devem ser analisados no contexto da crise econômica e financeira que varre o sistema capitalista, com seus desdobramentos na queda da produção, do emprego e de renda e a perda de inúmeros ativos fixos e de poupanças populares.A crise do paradigma capitalista evidencia a natureza predatória do sistema, levando a humanidade à beira de uma catástrofe, cujos impactos são sentidos em nível local, nacional e global. O ensaio aponta os principais aspectos da deterioração ambiental - o efeito estufa, a poluição de rios, lagos e águas costeiras, a contaminação dos solos por agrotóxicos e pesticidas; a erosão de solos e a desertificação pelo desmatamento de florestas; a ausência de saneamento básico nas regiões metropolitanas, onde se concentra uma parcela crescente da população carente e deserdada.Ao discutir as disfunções e paradoxos da acumulação e concentração do capital, o ensaio aponta para a necessidade de construir um novo paradigma de desenvolvimento, baseado na cooperação e solidariedade, na distribuição equitativa do produto social e na reformulação do sistema político, superando os padrões autoritários, através da construção de um modelo participativo e de cogestão.

ASSUNTO(S)

meio ambiente saúde desenvolvimento sustentável




Comentários