Documento


Luto pela morte de um filho: utilização de um protocolo de terapia cognitivo-comportamental

AUTOR(ES)
FONTE

Revista de Psiquiatria do Rio Grande do Sul

DATA DE PUBLICAÇÃO

01/01/2010

RESUMO

OBJETIVO: Apresentar um caso de tratamento de luto, decorrente da perda de um filho, com protocolo cognitivista comportamental. DESCRIÇÃO DO CASO: Paciente do sexo feminino, 28 anos, casada, que perdeu seu filho mais velho em um acidente 6 semanas antes do primeiro atendimento. A terapia, composta por 12 sessões, envolveu o trabalho das alterações emocionais e cognitivas, a aprendizagem de novas habilidades, o desenvolvimento de estratégias para lidar com as principais queixas somáticas e o treinamento para manejo dos problemas comportamentais. Os resultados foram avaliados utilizando-se os seguintes instrumentos: Beck Depression Inventory (BDI), Beck Anxiety Inventory (BAI), Beck Hopelessness Scale (BHS), os testes de atenção concentrada (AC) e sustentada (AS) e o Questionário de Saúde Geral de Goldberg (QSG). COMENTÁRIOS: paciente apresentou redução do quadro de depressão, ansiedade e desesperança. Todos os fatores do QSG apresentaram decréscimo, e houve aumento nas medidas de atenção concentrada e sustentada. O tratamento se mostrou efetivo em relação aos fatores apresentados.

ASSUNTO(S)

atitude frente à morte terapia cognitiva terapia comportamental tanatologia morte




Comentários