Inquérito Brasileiro de Diálise Crônica 2013 - Análise das tendências entre 2011 e 2013

AUTOR(ES)
FONTE

J. Bras. Nefrol.

DATA DE PUBLICAÇÃO

2014-12

RESUMO

Introdução: Dados nacionais sobre diálise crônica têm tido impacto no planejamento do tratamento. Objetivo: Apresentar dados do inquérito da Sociedade Brasileira de Nefrologia sobre os pacientes com doença renal crônica em tratamento dialítico em julho de 2013 e comparar com dados de 2011- 12. Métodos: Levantamento de dados de unidades de diálise do país. A coleta de dados foi feita utilizando questionário preenchido on-line pelas unidades de diálise. Resultados: Trezentos e trinta e quatro (51%) unidades responderam ao inquérito. Em julho de 2013, o número total estimado de pacientes em diálise foi de 100.397. As estimativas nacionais das taxas de prevalência e de incidência de tratamento dialítico foram de 499 (variação: 284 na região Norte e 622 na Sul) e 170 pacientes por milhão da população, respectivamente. O número estimado de pacientes que iniciaram tratamento em 2013 foi 34.161. A taxa anual de mortalidade bruta foi de 17,9%. Dos pacientes prevalentes, 31,4% tinham idade ≥ 65 anos, 90,8% estavam em hemodiálise e 9,2% em diálise peritoneal, 31.351 (31,2%) estavam em fila de espera para transplante, 30% tinham diabetes, 17% tinham PTH > 600 pg/ml e 23% hemoglobina < 10 g/dl. Cateter venoso era usado como acesso em 15,4% dos pacientes em hemodiálise. Conclusão: O número absoluto de pacientes em diálise tem aumentado 3% ao ano nos últimos 3 anos. As taxas de prevalência e incidência de pacientes em diálise ficaram estáveis, e a taxa de mortalidade tendeu a diminuir em relação a 2012. Houve tendência a melhor controle da anemia e dos níveis de PTH. Introduction: National chronic dialysis data have had impact in the treatment planning. Objective: To report data of the annual survey of the Brazilian Society of Nephrology about chronic kidney disease patients on dialysis in July 2013 and compare with 2011-12. Methods: A survey based on data of dialysis units from the whole country. The data collection was performed by using a questionnaire filled out on-line by the dialysis units. Results: Three hundred thirty four (51%) of the dialysis units in the country answered the questionnaire. In July 2013, the total estimated number of patients on dialysis was 100,397. The estimated prevalence and incidence rates of chronic maintenance dialysis were 449 (range: 284 in the North region and 622 in the South) and 170 patients per million population, respectively. The estimated number of new patients starting dialysis in 2013 was 34,161. The annual gross mortality rate was 17.9%. For prevalent patients, 31.4% were aged 65 years or older, 90.8% were on hemodialysis and 9.2% on peritoneal dialysis, 31,351 (31.2%) were on a waiting list of renal transplant, 30% were diabetics, 17% had PTH levels > 600 pg/ml and 23% hemoglobin < 10 g/ dl. A venous catheter was the vascular access for 15.4% of the hemodialysis patients. Conclusion: The absolute number of patients on dialysis has increased 3% per year. The prevalence and incidence rates of patients on dialysis leveled off, while the mortality rate tended to decrease compared with 2012. There was a trend towards a better control of the anemia and PTH levels.

ASSUNTO(S)

health sciences

Documentos Relacionados