Influência da camada do revestimento de argamassa na penetração de cloretos em estruturas de concreto

AUTOR(ES)
FONTE

Ambient. constr.

DATA DE PUBLICAÇÃO

28/02/2014

RESUMO

Este trabalho estudou a influência da camada de revestimento em argamassa na penetração de cloretos no concreto. Para tanto, foram moldados corpos de prova de concreto nas dimensões 8 cm x 8 cm x 8 cm e relação água/cimento de 0,55, sobre os quais foram aplicados três tipos de argamassa de revestimento, após uma fina camada de chapisco. Vencidos os períodos de cura de 28 dias para o concreto e a argamassa de revestimento, cinco das seis faces dos CPs foram isoladas com resina epóxi para simular um fluxo unidirecional. Esses CPs foram submetidos ao ensaio de imersão e secagem por 49 dias e, após isso, foram retiradas e analisadas amostras para a obtenção dos perfis de cloretos. Os resultados indicam que as argamassas de revestimento influenciam no transporte de cloretos no concreto e que essa influência é mais pronunciada para as argamassas menos porosas e mais ricas em cimento. Também se observou um acúmulo de cloretos na região próxima à interface argamassa-concreto, o qual é explicado pelas diferenças na capacidade de transporte entre a argamassa e o concreto. Apesar de as argamassas serem mais porosas que o concreto, elas podem representar uma proteção adicional em relação ao retardamento na penetração de cloretos no concreto.This study investigated the influence of the rendering mortar layer on chloride penetration in concrete. Cubic concrete specimens were cast measuring 8 cm x 8 cm x 8 cm and a water to cement ratio of 0.55. Three different mortar mixtures were used to cover one concrete face, after a thin layer of spatter dash treatment. Reference concrete specimens were also cast. After curing periods of 28 days for concrete and mortar rendering, five out of the six faces of the specimens were coated with epoxy resin to simulate unidirectional flow. The specimens were then subjected to wetting and drying cycles for 49 days and, afterwards, samples were extracted and analysed to obtain chloride profiles. The results show that mortar renderings influence chloride transport into concrete and this is more accentuated for less porous mortars and with higher cement content. There is also chloride accumulation close to the mortar-concrete interface region, which is explained by the differences in the chloride transport ability between mortar and concrete. Although mortars are more porous than concrete, they can represent an additional protection against chloride penetration into concrete.

ASSUNTO(S)

engineering

Documentos Relacionados