InfluÃncia das plantas de cobertura nas caracterÃsticas produtivas da alface e nos atributos fÃsicos e quÃmicos do solo / Influence of covering plants in the characteristics of lettuce production and chemical and physical attributes in soil

AUTOR(ES)
FONTE

IBICT

DATA DE PUBLICAÇÃO

30/08/2012

RESUMO

A cobertura morta contribui para melhoria dos componentes fÃsicos e quÃmicos do solo e beneficia o sistema de produÃÃo agrÃcola. O presente trabalho teve como objetivo avaliar o efeito das plantas de cobertura nas caracterÃsticas produtivas da alface em cultivo sucessivo, e nos atributos fÃsicos e quÃmicos do solo. A pesquisa foi realizada no perÃodo de junho de 2010 a fevereiro de 2011, no municÃpio de Santa Helena - ParanÃ. O experimento foi conduzido em duas etapas, a primeira etapa constou do cultivo das plantas de cobertura atà atingirem ponto de corte, e a segunda etapa consistiu na conduÃÃo de dois ciclos consecutivos da cultura da alface, sobre a palhada produzida. Utilizou-se delineamento experimental de blocos casualizados em parcelas subsubdivididas, com quatro repetiÃÃes, sendo as parcelas compostas pelas plantas de cobertura aveia (Avena strigosa Schreb), milheto (Pennisetum glaucum L.), nabo forrageiro (Raphanus sativus L. var. oleiferus Metzg.), feijÃo-vagem (Phaseolus vulgaris L.) e testemunha (sem cobertura, em pousio com controle das plantas espontÃneas), as subparcelas constituÃdas pelas cultivares de alface (Vanda e VerÃnica) e a subsubparcela pelos ciclos de cultivo da alface (primeiro e segundo ciclo). A cultura da alface foi avaliada quanto a altura da planta, diÃmetro da cabeÃa, nÃmero de folhas, massa fresca e seca de caule e folhas, Ãrea foliar, massa aÃrea total (folhas + caule), diÃmetro do caule e projeÃÃo da copa. Para as plantas de cobertura foram determinados a massa fresca e seca da parte aÃrea. Durante a conduÃÃo do experimento foram avaliados tambÃm, os atributos fÃsicos (densidade, macroporosidade, microporosidade, porosidade total, umidade e resistÃncia a penetraÃÃo) e quÃmicos (pH, P, K, Ca+2, Mg+2, H+Al, soma de bases, saturaÃÃo por bases e matÃria orgÃnica) do solo da Ãrea experimental, em duas profundidades e trÃs Ãpocas de avaliaÃÃo. A presenÃa da cobertura morta beneficiou o cultivo da alface no primeiro ciclo de cultivo. A cultivar VerÃnica foi superior a cultivar Vanda nas condiÃÃes do estudo. O milheto destacou-se como planta de cobertura pelo excelente potencial na produÃÃo de biomassa. A porcentagem de macroporos apresentou-se acima da exigÃncia mÃnima (10%) necessÃria ao adequado desenvolvimento radicular das culturas. A microporosidade aumentou com a profundidade de amostragem, enquanto a macroporosidade diminuiu. O percentual de umidade do solo foi proporcional a quantidade de massa fresca produzida pelas plantas de cobertura. O tratamento composto pela cobertura de feijÃo vagem e a testemunha de forma geral apresentaram maiores valores de resistÃncia do solo a penetraÃÃo. Quanto aos atributos quÃmicos do solo observou-se acumulo de P na camada superficial do solo, a acidez potencial (H+Al) apresentou um aumento com o decorrer das Ãpocas de avaliaÃÃo enquanto o pH apresentou certa reduÃÃo com as Ãpocas. NÃo foi verificada diferenÃa significativa para os teores de matÃria orgÃnica, porÃm estes foram maiores na camada superficial

ASSUNTO(S)

lactuca sativa l. plantas de cobertura propriedade fÃsicas propriedades quÃmicas lactuca sativa l. covering plants physical properties chemical properties agronomia

Documentos Relacionados