Implante de condrócitos homólogos em defeitos osteocondrais de cães: padronização da técnica e avaliação histopatológica

AUTOR(ES)
FONTE

Arq. Bras. Med. Vet. Zootec.

DATA DE PUBLICAÇÃO

31/01/2013

RESUMO

Padronizou-se a metodologia para cultura de condrócitos em cães e avaliou-se seu implante em lesões osteocondrais, utilizando-se a membrana biossintética de celulose (MBC) como revestimento. Dez cães, adultos e clinicamente sadios, foram submetidos à artrotomia das articulações fêmoro-tíbio-patelares. Defeitos de 4mm de diâmetro e profundidade foram induzidos no sulco troclear de ambos os membros. MBC foi aplicada na base e na superfície das lesões. Os defeitos do membro direito foram preenchidos com condrócitos homólogos cultivados formando o grupo-tratado (GT); os do membro esquerdo, sem implante celular, foram designados grupo-controle (GC). A evolução pós-operatória foi analisada com especial interesse nos processos de reparação da lesão, por meio de histomorfometria e imuno-histoquímica para colágeno tipo II e sulfato de condroitina. A cultura de condrócitos homólogos apresentou alta densidade e taxa de viabilidade. Observou-se integridade do tecido neoformado com a cartilagem adjacente na avaliação histológica, em ambos os grupos. Na imuno-histoquímica, verificou-se predomínio de colágeno tipo II no GT. Morfometricamente, não houve diferença significativa entre o tecido fibroso e o fibrocartilaginoso entre os grupos. A cultura de condrócitos homólogos de cães foi exequível. O tecido neoformado apresentou qualidade discretamente superior associado ao implante homólogo de condrócitos, contudo não promoveu reparação por cartilagem hialina.The aim of the study is to standardize the methodology to achieve canine chondrocytes culture, and evaluate its implant on osteochondral defects made in the femoral trochlear sulcus of dogs, using the cellulose biosynthetic membrane (CBM) as coating. Ten healthy adult dogs without locomotor disorders were used. All animals were submitted to arthrotomy of stifle joints and defects of four millimeters in diameter x four millimeters deep were done in the femoral trochlear sulcus of both limbs. CBM were applied in the lesion base and surface of all limbs. In the treated group (TG), defects of the right limb were filled with cultivated homologous chondrocytes, and in control group (CG), defects of the left limb were left without cellular implant. Postoperative follow up was done by histomorphometry and Collagen type II and anti-chondroitin sulfate immunohistochemistry. The homologous chondrocytes culture showed high density and viability rate. Upon immunohistochemistry the predominance of type II collagen in extracellular matrix of TG was verified. However, no significant statistical difference was observed between the groups upon histomorphometry analysis of fibrous and fibrocartilaginous tissues. Canine homologous chondrocytes culture was practicable. Neoformed tissue showed slightly higher quality in TG, but without promoting repair by the hyaline cartilage.

ASSUNTO(S)

agricultural sciences

Documentos Relacionados