Identificação da cobertura espacial de documentos usando mineração de textos / Identification of spatial coverage documents with mining

AUTOR(ES)
FONTE

IBICT

DATA DE PUBLICAÇÃO

08/08/2012

RESUMO

Atualmente, é comum que usuários levem em consideração a localização geográfica dos documentos, é dizer considerar o escopo geográfico que está sendo tratado no contexto do documento, nos processos de Recuperação de Informação. No entanto, os sistemas convencionais de extração de informação que estão baseados em palavras-chave não consideram que as palavras podem representar entidades geográficas espacialmente relacionadas com outras entidades nos documentos. Para resolver esse problema, é necessário viabilizar o georreferenciamento dos textos, ou seja, identificar as entidades geográficas presentes e associá-las com sua correta localização espacial. A identificação e desambiguação das entidades geográficas apresenta desafios importantes, principalmente do ponto de vista linguístico, já que um topônimo, pode possuir variados tipos de ambiguidade associados. Esse problema de ambiguidade causa ruido nos processos de recuperação de informação, já que o mesmo termo pode ter informação relevante ou irrelevante associada. Assim, a principal estratégia para superar os problemas de ambiguidade, compreende a identificação de evidências que auxiliem na identificação e desambiguação das localidades nos textos. O presente trabalho propõe uma metodologia que permite identificar e determinar a cobertura espacial dos documentos, denominada SpatialCIM. A metodologia SpatialCIM tem o objetivo de organizar os processos de resolução de topônimos. Assim, o principal objetivo deste trabalho é avaliar e selecionar técnicas de desambiguação que permitam resolver a ambiguidade dos topônimos nos textos. Para isso, foram propostas e desenvolvidas as abordagens de (1)Desambiguação por Pontos e a (2)Desambiguação Textual e Estrutural. Essas abordagens, exploram duas técnicas diferentes de desambiguação de topônimos, as quais, geram e desambiguam os caminhos geográficos associados aos topônimos reconhecidos para cada documento. Assim, a hipótese desta pesquisa é que o uso das técnicas de desambiguação de topônimos viabilizam uma melhor localização espacial dos documentos. A partir dos resultados obtidos neste trabalho, foi possível demonstrar que as técnicas de desambiguação melhoram a precisão e revocação na classificação espacial dos documentos. Demonstrou-se também o impacto positivo do uso de uma ferramenta linguística no processo de reconhecimento das entidades geográficas. Assim, foi demostrada a utilidade dos processos de desambiguação para a obtenção da cobertura espacial dos documentos

ASSUNTO(S)

ambiguity problem named entity recognition problemas de ambiguidade reconhecimento de entidades mencionadas resolição de topônimos toponym resolution

Documentos Relacionados