Histórias que não têm era uma vez: as (in)certezas da transexualidade

AUTOR(ES)
FONTE

Revista Estudos Feministas

DATA DE PUBLICAÇÃO

01/08/2012

RESUMO

A partir de fragmentos das histórias de vida de pessoas (transexuais), tento explicitar a diversidade das suas vivências, experiências singulares, modos de dar sentido ao processo de ruptura das normas de gênero e da sexualidade. Analiso a insuficiência dos discursos médico e jurídico, ancorados numa verdade essencializada sobre o corpo sexuado, para capturar as possibilidades de experiências na transexualidade. Argumento que o potencial desestabilizador da transexualidade reside no distanciamento da máxima reducionista que considera os sujeitos como pessoas presas num corpo equivocado cuja inteligibilidade dependeria unicamente da cirurgia de transgenitalização.

ASSUNTO(S)

transexualidade gênero sexualidade transgenitalização

Documentos Relacionados