Habilidades sociais relevantes para alunos com e sem necessidades educacionais especiais segundo avaliação do professor

AUTOR(ES)
FONTE

IBICT

DATA DE PUBLICAÇÃO

05/03/2012

RESUMO

A escola é um importante agente de socialização em nossa cultura, cuja função não se restringe apenas à promoção da aprendizagem acadêmica, mas também ao desenvolvimento socioemocional dos alunos. Dada à relevância do docente enquanto agente de promoção do desenvolvimento socioemocional de escolares e a carência de informações a respeito de fatores que possam influenciar a avaliação da importância atribuída pelo professor às habilidades sociais infantis, o presente estudo tem como objetivos: a) identificar as subclasses de habilidades sociais mais valorizadas pelos professores para o desenvolvimento socioemocional de seus alunos, b) comparar a avaliação de professores sobre a importância de habilidades sociais de alunos com necessidades educacionais especiais (N.E.E) e de alunos sem N.E.E, c) identificar possíveis influências das seguintes características dos professores: idade, gênero, nível sócio econômico, tipo de formação profissional, tempo de docência e ano escolar para o qual lecionam, sobre a avaliação realizada por eles a respeito da importância das habilidades sociais para o desenvolvimento socioemocional de seus alunos. Com o intuito de atingir os objetivos expostos acima, realizou-se um levantamento junto a 70 professores de classes comuns da rede pública de ensino, que lecionam para alunos matriculados nos primeiros cinco anos do ensino fundamental. Oitenta por cento deles relatou possuir atualmente, ou já ter possuído nos últimos dois anos, ao menos um aluno com necessidades educacionais especiais em sua sala de aula e os vinte por cento restantes declararam não trabalhar ou ter trabalhado nos últimos dois anos com esta população. Foi utilizado um questionário composto por um rol com 59 habilidades sociais infantis, avaliando a importância de cada habilidade para o desenvolvimento socioemocional do(s) aluno(s) com necessidades educacionais especiais e de alunos da mesma classe, porém sem N.E.E.Os dados obtidos a partir das respostas aos questionários foram computados sob forma de escores e analisados por meio de cálculos estatísticos descritivos e inferenciais.Os resultados mostraram uma maior valorização, por parte dos docentes, das habilidades sociais pertencentes às classes de civilidade, empatia e habilidades sociais acadêmicas.. A comparação entre as médias dos escores totais atribuídos às crianças com e sem necessidades educacionais especiais, realizada por meio do teste de Wilcoxon, indicou uma valorização significativamente maior das habilidades sociais em alunos do segundo grupo. Dentre as características sociodemográficas dos docentes que foram analisadas pela presente pesquisa, a única que mostrou ter influência significativa sobre a importância das habilidades sociais dos alunos foi a formação. Professores com formação universitária consideraram as habilidades sociais que compunham o instrumento de pesquisa menos importantes, quando comparados a docentes com outras formações, como, por exemplo, segundo grau completo, cursos de especialização em educação especial ou em outras áreas.

ASSUNTO(S)

habilidades sociais na infância necessidades educacionais especiais professores de ensino fundamental educacao especial childrens social skills special needs education elementary school teachers

Documentos Relacionados