Fronteiras de gênero e a sexualidade na velhice

AUTOR(ES)
FONTE

Revista Brasileira de Ciências Sociais

DATA DE PUBLICAÇÃO

01/10/2012

RESUMO

O objetivo deste artigo é descrever as características do processo que denominaremos "erotização da velhice", discutindo alguns de seus possíveis significados no marco das formas contemporâneas de gestão do envelhecimento e analisando as diferenciações de gênero que aí se ope-ram, bem como certas fusões. Tomamos como base para nossa reflexão algumas publicações nacionais e internacionais sobre sexualidade na velhice, bem como dados etnográficos extraídos de pesquisas brasileiras realizadas em espaços de sociabilidade de velhos. Estes dados exemplificam o ponto de vista de mulheres participantes de grupos de terceira idade e de homens integrantes de associações de aposentados ou de redes de sociabilidade masculina a respeito do tema e servem de excelente contraponto para pensar os parâmetros estabelecidos pelos especialistas que se empenham em incluir a velhice no curso da vida sexual, propondo que o declínio da frequência de atividade sexual com o avanço da idade é compensado por uma intensidade ampliada do prazer.

ASSUNTO(S)

velhice sexualidade gerontologia gênero

Documentos Relacionados