Formação de relações regionais em um contexto global: a rivalidade futebolística entre Rio de Janeiro e São Paulo durante a Primeira República

AUTOR(ES)
FONTE

Hist. cienc. saude-Manguinhos

DATA DE PUBLICAÇÃO

28/02/2014

RESUMO

A internacionalização do futebol e a contínua construção de uma comunidade esportiva transnacional no começo do século XX interagiram com processos de diferenciação nacionais e regionais. O artigo mostra que, no Brasil, o futebol serviu para as elites de São Paulo e Rio de Janeiro construírem e expressarem suas identidades regionais. Adotando uma perspectiva global e regional, busca-se compreender esses processos de diferenciação entre ambas as cidades a partir da análise de determinados eventos esportivos. O texto parte do pressuposto de que identidades e espaços regionais e nacionais são construídos a partir de entrelaçamentos e negociações transnacionais. No caso específico do futebol, visa-se atentar para os efeitos uniformizadores e diferenciadores que o processo de sua globalização implicou.The internationalization of football and the ongoing creation of a transnational sports community in the early twentieth century interacted with processes of national and regional differentiation. The article shows that, in Brazil, football served as a means for the elite of São Paulo and Rio de Janeiro to forge and express their regional identities. Adopting a global and regional perspective, an attempt is made to understand these processes of differentiation between the two cities based on the analysis of given sporting events. The text starts from the assumption that regional and national identities and spaces are constructed from transnational interaction and negotiations. In the specific case of football, the aim is to ascertain the standardizing and differentiating effects that the process of its globalization implied.

ASSUNTO(S)

health sciences human sciences

Documentos Relacionados