Florestas brancas do semiárido nordestino: desmatamento e desertificação no cariri paraibano.

AUTOR(ES)
FONTE

IBICT

DATA DE PUBLICAÇÃO

02/06/2012

RESUMO

Segundo a ONU, a desertificação é um tipo de degradação que ocorre nas áreas, áridas, semiáridas e subúmidas secas, resultante das mudanças climáticas e das atividades humanas. No Brasil, a região semiárida nordestina apresenta a primazia no desenvolvimento desse fenômeno. Desse modo, realizou-se nesse trabalho uma revisão dos processos históricos de ocupação da região, análise sobre as seculares politicas públicas de combate à seca e dos momentos (ciclos) econômicos desenvolvidos no Cariri, buscando compreender a desertificação como fruto das relações que historicamente se reproduzem nesse espaço. A metodologia utilizada contou com a realização de pesquisa bibliográfica, consultas aos dados estatísticos dos órgãos governamentais sobre as atividades extrativistas e de trabalhos de campo com o objetivo de realizar investigações e coletar amostras de solo que sofreram diversos tipos de uso para sabermos se houve alterações nos padrões normais de fertilidade natural encontrado originalmente. Os resultados apontam que desde a chegada do colonizador as paisagens caririseiras vêm sendo fortemente alteradas, evidenciando a importância histórica e cultural do uso vegetação como alternativa energética e econômica por parte da população. Em particular nos municípios estudados (São João do Tigre, São Sebastião do Umbuzeiro e Camalaú), o comércio da lenha ganha contorno estadual e interestadual, com destaque para as grandes quantidades de lenha que são exportadas para os municípios pernambucanos que constituem o Polo Gesseiro. Já a parte experimental da pesquisa, mostrou que o desmatamento intensivo, ao afetar a vegetação, provoca também alterações nesse recurso, principalmente nos elementos químicos fósforo (P), potássio (K) e matéria orgânica (M.O), que são os principais elementos presentes em solos da região semiárida brasileira. De forma sintética, esse tipo de prática econômica que ocorre nos municípios estudados e em todo o semiárido nordestino ocorre em bases pouco sustentáveis. Nesse caso, o seu aumento coloca em risco toda essa área, que pelas condições naturais dominantes apresentam tendência ao fenômeno da desertificação, o que em médio prazo pode agravar ainda mais a situação das terras da região.

ASSUNTO(S)

solos extrativismo vegetal desmatamento desertificação cariri paraibano geografia fisica cariri paraibano desertification deforestation extraction plant soil

Documentos Relacionados