Fatores de risco e classificação clínica associados à soropositividade para leishmaniose visceral canina

AUTOR(ES)
FONTE

Ciênc. anim. bras.

DATA DE PUBLICAÇÃO

28/02/2014

RESUMO

Com o objetivo de avaliar os fatores de risco e a classificação clínica associados à soropositividade para Leishmaniose Visceral Canina (LVC) no município de Colares, estado do Pará, foram coletadas e analisadas 435 amostras de soro sanguíneo de cães de ambos os sexos, idade a partir de 4 meses, com ou sem de raça definida e com ou sem sintomatologia clínica sugestiva da doença, dos bairros e das localidades da zona rural. A sorologia foi realizada empregando-se os métodos Ensaio Imunoenzimático (ELISA/S7) e Reação de Imunofluorescência Indireta (RIFI), em lâminas fixadas com antígenos de Leishmania infantum. O sexo não apresentou significância estatística (P > 0,05). Observou-se prevalência significativa de LVC com relação à faixa etária e classificação clínica (P < 0,05). A prevalência foi maior para cães na faixa etária menor de 2 anos e para os classificados clinicamente como sintomáticos, sendo que Onicogrifose e alterações cutâneas foram as alterações clínicas mais frequentes.In order to evaluate the risk factors and clinical classification associated with seropositivity for Canine Visceral Leishmaniasis (CVL) in the city of Colares, Pará State, 435 serum samples were collected from dogs of both sexes, aged from 4 months, with or without standard breed and with or without clinical symptoms suggestive of disease, from the neighborhoods and the rural areas, and analyzed. Serology was performed using immunoenzymatic assay (ELISA/S7) and Immunofluorescence Assay (IFA) methods in fixed slides with antigens from Leishmania infantum. Sex did not present statistic significance (P>0.05). There was significant prevalence of LVC regarding age and clinical classification (P < 0.05). The prevalence was higher for dogs aged less than 2 years and for those classified as clinically symptomatic, and onychogryphosis and skin changes were the most common clinical changes.

ASSUNTO(S)

agricultural sciences

Documentos Relacionados