Factors associated with the prevalence of anterior open bite among preschool children: A population-based study in Brazil

AUTOR(ES)
FONTE

Dental Press J. Orthod.

DATA DE PUBLICAÇÃO

2014-10

RESUMO

INTRODUÇÃO: este estudo objetivou identificar os fatores associados à prevalência de mordida aberta anterior em crianças brasileiras com cinco anos de idade. MÉTODOS: foi realizado um estudo transversal analítico com dados do inquérito epidemiológico nacional de saúde bucal SB Brasil 2010. O desfecho estudado foi a mordida aberta, classificada em presente ou ausente. As variáveis independentes foram classificadas em individuais, sociodemográficas e clínicas. Os dados foram analisados por meio das análises bivariada e multivariada por meio do programa estatístico SPSS (versão 18.0), com nível de significância de 5%. RESULTADOS: a prevalência de mordida aberta anterior foi de 12,1% entre as crianças investigadas. Aqueles pré-escolares residentes na região Sul do Brasil apresentaram uma chance 1,8 vezes maior de serem diagnosticados com a mordida aberta anterior (IC 95%: 1,16 - 3,02). As crianças identificadas com alguma alteração de sobressaliência tiveram 14,6 vezes mais chance de pertencer ao grupo de crianças com mordida aberta (IC 95%: 8,98 - 24,03). CONCLUSÃO: verificou-se que mordida aberta anterior apresentou associação significativa com a região brasileira em que as crianças viviam, com a presença de alguma alteração de sobressaliência e com a prevalência de mordida cruzada posterior. INTRODUCTION: The aim of this study was to identify factors associated with the prevalence of anterior open bite among five-year-old Brazilian children. METHODS: A cross-sectional study was undertaken using data from the National Survey of Oral Health (SB Brazil 2010). The outcome variable was anterior open bite classified as present or absent. The independent variables were classified by individual, sociodemographic and clinical factors. Data were analyzed through bivariate and multivariate analysis using SPSS statistical software (version 18.0) with a 95% level of significance. RESULTS: The prevalence of anterior open bite was 12.1%. Multivariate analysis showed that preschool children living in Southern Brazil had an increased chance of 1.8 more times of having anterior open bite (CI 95%: 1.16 - 3.02). Children identified with alterations in overjet had 14.6 times greater chances of having anterior open bite (CI 95%: 8.98 - 24.03). CONCLUSION: There was a significant association between anterior open bite and the region of Brazil where the children lived, the presence of altered overjet and the prevalence of posterior crossbite.

ASSUNTO(S)

health sciences

Documentos Relacionados