Excesso de Peso, Variáveis Antropométricas e Pressão Arterial em Escolares de 10 a 18 Anos

AUTOR(ES)
FONTE

Arq. Bras. Cardiol.

DATA DE PUBLICAÇÃO

29/04/2014

RESUMO

Fundamento: Estima-se que a prevalência de hipertensão em crianças e adolescentes varie entre 1-13%. O excesso de peso e a obesidade central estão relacionados aos níveis pressóricos em adultos e podem ser importantes na patogênese precoce da HAS quando presentes na infância. Objetivos: Identificar a associação entre variáveis antropométricas e níveis pressóricos em escolares de 5.ª a 8.ª séries e avaliar qual medida obteve maior correlação com a medida dos níveis pressóricos. Métodos: Estudo transversal contemporâneo com amostra de base populacional probabilística por conglomerados em escolas públicas do ensino fundamental de Porto Alegre, de alunos matriculados entre a 5.ª e a 8.ª série. Foram coletados dados sobre fatores de risco familiares e antropometria. A análise estatística incluiu correlações e ajuste dos intervalos de confiança para conglomerados. Resultados: A média de idade dos participantes foi de 12,57 (± 1,64) anos, dos quais 55,2% eram do sexo feminino. Encontraram-se 11,3% da amostra com níveis pressóricos alterados e 16,2% com valores limítrofes. Das variáveis antropométricas analisadas, a que demonstrou maior correlação com valores pressóricos aumentados foi o diâmetro do quadril (r = 0,462, p < 0,001) seguido de circunferência abdominal menor (r = 0,404, p < 0,001) e prega cutânea abdominal (r = 0,291, p < 0,001). Conclusão: Foi observada associação entre as circunferências da cintura e dobras cutâneas e níveis pressóricos aumentados nos escolares da amostra. Portanto, é de fundamental importância que a aferição da pressão arterial e as medidas de cintura e quadril sejam rotina nos serviços de saúde de forma precoce a fim de prevenir essa condição patológica. Background: The prevalence of hypertension among children and adolescents is estimated to range between 1% and 13%. Excess weight and central obesity are related to blood pressure levels in adults, and may be important in the early pathogenesis of SH when present in childhood. Objectives: To study the association between anthropometric variables and blood pressure levels in schoolchildren from the 5th and 8th grades, and to identify which parameter was more strongly correlated with blood pressure levels. Methods: Contemporary cross-sectional study with probabilistic population-based cluster sampling of schoolchildren enrolled from the 5th to the 8th grades in public elementary schools of Porto Alegre. Data on familial risk factors and anthropometry were collected. Statistical analysis included correlations and cluster-adjusted confidence intervals. Results: The mean age of participants was 12.57 (± 1.64) years, and 55.2% of them were females. Abnormal blood pressure levels were found in 11.3% of the sample and borderline values, in 16.2%. Among the anthropometric variables analyzed, hip circumference was the one with the strongest correlation with increased blood pressure (r = 0.462, p < 0.001), followed by waist circumference (r = 0.404, p < 0.001) and abdominal skinfold (r = 0.291, p < 0.001). Conclusion: We observed an association of waist circumference and skinfolds with increased blood pressure levels in the schoolchildren of the sample. Therefore, it is of the utmost importance that early measurements of blood pressure, and waist and hip circumferences become a routine in health services in order to prevent this condition.

ASSUNTO(S)

health sciences

Documentos Relacionados