Estudos do papel do gene Rad51 de tripanossomatídeos na recombinação e no reparo de DNA

AUTOR(ES)
FONTE

IBICT

DATA DE PUBLICAÇÃO

09/11/2010

RESUMO

Trypanosoma cruzi é o agente etiológico da doença de Chagas. Este parasito pode resistir a altas doses de radiação gama, um agente genotóxico que causa quebras duplas no DNA. Tendo em vista esse fato, nosso grupo caracterizou em T. cruzi o gene codificador de uma das principais proteínas envolvidas na recombinação homóloga, e, portanto, no reparo de quebras duplas, a proteína TcRad51. Após o tratamento com a radiação gama, observa-se que os epimastigotas de T. cruzi apresentam uma indução da expressão protéica de TcRad51, acompanhada pela formação de focos dessa proteína no núcleo. Por outro lado, heminocautes para TcRad51 apresentam um atraso na indução da expressão protéica de TcRad51 e na formação de focos no núcleo, mostrando níveis mais baixos de fluorescência nesses locais quando comparados aos parasitos selvagens. Em parasitos superexpressando TcRad51, observa-se focos de Rad51 no núcleo mais intensos antes do tratamento com radiação gama. A localização e os níveis de Rad51 observados nas células selvagens, superexpressoras e heminocautes para TcRad51 são refletidos em fenótipos distintos de recuperação após a radiação gama. Os parasitos superexpressores de TcRad51 recuperam o crescimento antes dos parasitos selvagens enquanto os heminocautes de TcRad51 apresentam essa retomada de crescimento atrasada. Os parasitos superexpressores também apresentam uma maior resistência à zeocina, agente que causa quebras duplas, quando comparados aos parasitos selvagens. Além disso, foi verificado que a maior resistência a esses agentes corresponde a uma cinética de recuperação mais rápida do DNA fragmentado nos parasitos superexpressores, observada através de eletroforese em campo pulsátil. Com o objetivo de avaliar a contribuição de TcRad51 para a resistência a altas doses de radiação gama apresentada pelo T. cruzi, foi avaliado o efeito da expressão de TcRad51 em formas sanguíneas de T. brucei, um tripanossomatídeo relacionado mas sensível à radiação gama. Para isso, nocautes de Rad51 foram gerados em T. brucei e transfectados com TcRad51 ou TbRad51. Os parasitos expressando TcRad51 apresentaram maior resistência a agentes que causam quebras duplas no DNA do que os parasitos re-expressores de TbRad51. Entretanto, os parasitos nocautes expressando TcRad51 e TbRad51 apresentaram a mesma capacidade de recombinação, avaliada através de integração de fragmentos de DNA no genoma. O papel de Rad51 no reparo de crosslinks de DNA e de lesões oxidativas no DNA também foi avaliado neste trabalho. Parasitos superexpressores e heminocautes para TcRad51 apresentaram a mesma sensibilidade a agentes indutores de crosslinks de DNA como a luz UV e a cisplatina. Os nocautes de Rad51 de T. brucei não mostraram diferenças de sensibilidade à cisplatina quando comparados aos parasitos selvagens. Por outro lado, a superexpressão de Rad51 em T. cruzi confere maior resistência ao tratamento com água oxigenada e ao benzonidazol enquanto os heminocautes são mais sensíveis que os selvagens. Similarmente, T. brucei nocaute para TbRad51 mostrou-se mais sensível do que os selvagens quando tratados com água oxigenada. Portanto, Rad51 não possui um papel relevante no reparo de crosslinks no DNA, mas é uma proteína importante para o reparo de quebras duplas e lesões oxidativas no DNA em T. cruzi e T. brucei

ASSUNTO(S)

bioquímica #x teses. reparo do dna teses. tripanossoma cruzi teses.

Documentos Relacionados