Faça uma monografia perfeita!

Faça parte da nossa lista exclusiva de acadêmicos e receba dicas imperdíveis para seu TCC.

Não gostamos de SPAM assim como você!

Estudo de aditivação em massa ou por recobrimento de filme de BOPP em compostos orgânicos e nanopartículas anti UV / Study of BOPP films with UV organic or nanoparticles absorbers added by coating or inside its matrix

AUTOR(ES)
FONTE

IBICT

DATA DE PUBLICAÇÃO

27/09/2012

RESUMO

Filmes poliméricos são amplamente utilizados no setor alimentício e médico hospitalar e as principais aplicações são como embalagens, substratos para fitas e curativos. A escolha do melhor material está intrinsecamente ligada às suas propriedades e também ao custo de cada polímero. Por isso é extremamente relevante a preocupação com o processo de degradação, que influencia diretamente as propriedades dos polímeros e é o resultado do ataque físico e/ou químico proporcionado pelo ambiente (temperatura, umidade, radiações ionizantes), tempo de exposição e condições de processamento e de serviço. Neste trabalho buscou-se analisar a prevenção destes processos degradativos em filmes de polipropileno bi-orientado - BOPP, polímero comercialmente atraente pela sua versatilidade, por meio do uso de aditivos antioxidantes e de absorvedores de radiação UV comerciais, estes últimos na forma de compostos orgânicos e de nanopartículas inorgânicas, aplicados no filme em massa ou em recobrimentos especialmente formulados para este fim. O uso do recobrimento teria ainda como vantagem adicional, a possibilidade de aplicação durante o processo de impressão, protegendo não só o filme como também as cores da impressão, permitindo, além disso, a partir de um filme commodity e formulações de recobrimento feitas sob medida para cada cliente, inclusive de pequeno porte, a obtenção de filmes especiais a um menor custo. Amostras de filmes preparados foram envelhecidas artificialmente e naturalmente e suas propriedades foram monitoradas em ensaios de resistência à tração (tensão na ruptura e alongamento), medida do índice de carbonila por espectroscopia de infravermelho, medida da absorção de radiação ultravioleta por meio de espectrofotometria de UV/visível e análise térmica (temperatura de transição vítrea e de fusão). O trabalho gerou resultados promissores, conclusão obtida pela análise dos ensaios mecânicos, sendo que a tensão de ruptura de um dos filmes aditivados no recobrimento, submetido ao intemperismo por 24 semanas, foi de 1,5 kg/cm versus 1 kg/cm no filme virgem (sem aditivos) submetido a 11 semanas. Houve redução na taxa de degradação medida nos ensaios de absorção de infravermelho, sendo o índice de carbonila mantido a patamares de 0,01 para filmes aditivados versus 0,7 para filmes não aditivados, quando sujeitos a degradação acelerada em equipamento QUV. Houve aumento da absorção de radiação ultravioleta em até 75% comparativamente ao filme virgem, resultado obtido pela adição de absorvedores orgânicos ou também de nanopartículas de óxido metálico.

ASSUNTO(S)

polipropileno absorvedores raios ultravioleta filmes finos - efeito da radiação polypropylene absorber ultraviolet nanocomposite thin films materiais nanocompósitos




Comentários