Estresse hídrico e massa de sementes na germinação e crescimento de plântulas de Amburana cearensis (Allemão) A.C. Smith

AUTOR(ES)
FONTE

Rev. Ciênc. Agron.

DATA DE PUBLICAÇÃO

2014-12

RESUMO

Amburana cearensis, conhecida como cumaru, é uma espécie presente em todo bioma caatinga, sendo recomendada para recuperação de áreas degradadas e usos fitoterápicos. O objetivo do presente trabalho foi determinar os níveis de tolerância ao estresse hídrico na germinação e no crescimento de plântulas de cumaru em função da massa das sementes. Inicialmente as sementes foram pesadas e separadas em três classes (leves, médias e pesadas), sendo estas submetidas ao estresse hídrico, utilizando soluções de Polietilenoglicol 6000, em diferentes potenciais (0,0; -0,2; -0,4; - 0,6; -0,8 e -1,0 MPa) e colocadas para germinar na temperatura de 30 °C em câmaras de germinação. O delineamento experimental foi inteiramente casualizado em esquema fatorial 3 x 6 (classes de massa x potencial hídrico). Para a avaliação da germinação, foram determinados a primeira contagem, porcentagem final e índice de velocidade de germinação, enquanto para a avaliação do crescimento das plântulas determinou-se o comprimento e massa seca do epicótilo e do eixo raiz + hipocótilo e a razão parte aérea/raiz. Os dados foram submetidos ao teste de normalidade e quando se apresentaram normais, realizou-se análise de variância, comparação de médias e regressão. O decréscimo do potencial hídrico prejudica a germinação e o crescimento de plântulas oriundas de sementes médias e pesadas em relação às leves, sendo a partir do potencial -0,6 MPa uma condição estritamente limitante na formação de plântulas normais de A. cearensis.Amburana cearensis, known locally as Cumaru, is a species found throughout the caatinga biome, being recommended in the reclamation of degraded areas and for use in phytotherapy. The aim of the present work was to determine the levels of tolerance to water stress at germination and on seedling growth in seedlings of the cumaru, as a function of seed weight. The seeds were initially weighed and separated into three classes (light, medium and heavy), then subjected to water stress using solutions of polyethylene glycol 6000 at different potentials (0.0, -0.2, -0.4, -0.6, -0.8 and -1.0 MPa) and left to germinate at 30 °C in germination chambers. The experimental design was a completely randomised 3 x 6 factorial scheme (weight class x water potential). To evaluate germination, first count, final percentage and rate of germination index were determined, while to evaluate seedling growth, the length and dry weight of the epicotyl and of the root axis plus hypocotyl, and the shoot to root ratio were all determined. Data were tested for normality, and if normal, variance analysis, means comparison and regression were carried out. A decrease in water potential impairs the germination and growth of seedlings derived from medium and heavy seeds in relation to light seeds, with potentials of -0.6 MPa or more strictly limiting the formation of normal seedlings of A. cearensis.

ASSUNTO(S)

agricultural sciences

Documentos Relacionados