Estratégia ambiental e desempenho econômico e ambiental: um modelo de análise para o setor de frigoríficos

AUTOR(ES)
FONTE

Gest. Prod.

DATA DE PUBLICAÇÃO

2014-12

RESUMO

O meio ambiente tem recebido a atenção da mídia e das empresas dos mais diversos setores buscando despertar os stakeholders para a preservação dos recursos naturais, visando criar oportunidades de negócios, atender às demandas de clientes e permitir que gerações vindouras tenham condições de habitar o ambiente terrestre. Considerando esta nova preocupação, setores cujas atividades provocam alto nível de impacto ambiental, entre eles o agroindustrial, têm sido foco de interesse de pesquisas, em especial as que buscam alternativas para que o crescimento do setor incorpore premissas da sustentabilidade ambiental. Neste sentido, o objetivo do presente trabalho consiste em apresentar um modelo teórico de análise que viabilize o entendimento das relações que se estabelecem entre estratégia ambiental e desempenho econômico e ambiental de frigoríficos, buscando esclarecer o vínculo entre estas relações e a utilização de recursos tangíveis e intangíveis pela empresa. O arcabouço teórico basilar para o desenvolvimento do trabalho está pautado nas temáticas: gestão ambiental, estratégias ambientais e a abordagem de recursos oriunda da Resouce Based View (RBV). O trabalho constitui-se em ensaio teórico e sua contribuição consiste em disponibilizar um modelo de análise que permita elucidar aspectos associados à formulação e implementação das estratégias ambientais, dos investimentos ambientais e como estes se relacionam com o desempenho econômico e ambiental das organizações. Com isto, procura viabilizar importantes informações para o processo decisório dos gestores e dos stakeholders do setor de frigoríficos, e de outros setores que produzam significativos impactos ambientais.This study aims to develop and validate a framework for analyzing the relationship between organizational resources, environmental strategy and performance, directed to the slaughtering industry. The model allows us to identify the evolutionary stage of the company with regard to environmental strategy (reactive, preventive or proactive postures) and tangible and intangible resources mobilized for their implementation. The validation was performed in FARESPO at the Swine and Poultry Division of a slaughtering group. It was possible to observe that the company presents a predominantly reactive stance and mobilizes greater intensity in intangible resources, which have interface with the organizational culture. Among the tangible resources, higher value is assigned to equipment and human resources.

ASSUNTO(S)

engineering

Documentos Relacionados