Esquistossomose aguda com comprometimento cerebral: relato de caso

AUTOR(ES)
FONTE

Arquivos de Neuro-Psiquiatria

DATA DE PUBLICAÇÃO

01/12/1996

RESUMO

É relatado um caso de esquistossomose na fase aguda com comprometimento cerebral precoce, síndrome piramidal nos membros inferiores, líquido cefalorraquidiano (LCR) normal e lesões com padrão desmielinizante na ressonância magnética (RM) encefálica. O diagnóstico foi comprovado através da imunofluorescência indireta para esquistossomose no LCR. O envolvimento encefálico pelo Schistosoma mansoni é menos frequente do que o medular e a resposta ao tratamento com o praziquantel e a prednisolona foi eficaz neste caso. São poucos os relatos de neuroesquistossomose encefálica. Devido a esse fato sua fisiopatologia e terapêutica necessitam de melhores estudos. Os aspectos imunológicos e apresentação na RM foram enfatizados.

ASSUNTO(S)

esquistossomose esquistossoma mansoni sistema nervoso central cérebro ressonância magnética

Documentos Relacionados