Environmental control on water vapour and energy exchanges over grasslands in semiarid region of Brazil

AUTOR(ES)
FONTE

Rev. bras. eng. agríc. ambient.

DATA DE PUBLICAÇÃO

2015-01

RESUMO

Conduziu-se um experimento micrometeorológico em pastagens na região semiárida nordestina (São João, Pernambuco) usando o método do balanço de energia – razão de Bowen, no período de janeiro a dezembro de 2011 com o intuito de compreender a partição da energia e das trocas de vapor d'água, neste ecossistema. O objetivo do trabalho foi: quantificar as variações sazonais e diárias nas trocas de água e de energia em pastagens e compreender os fatores bióticos e abióticos que controlam a partição de energia neste ecossistema. Observou-se, no período seco, que a pequena quantidade de água armazenada no solo limitou a produção da pastagem e o índice de área foliar e, em consequência dessas condições, a maior parte do saldo de radiação (58%) foi usada como fluxo de calor sensível. A fração evaporativa foi relacionada linearmente com o índice de área foliar. A evapotranspiração total e seu valor máximo diário, foram 543,8 mm e 3,14 mm d-1, respectivamente. As variações sazonais e diárias na partição da energia e na evapotranspiração foram controladas sobremaneira pela disponibilidade de água no solo e pelo índice de área foliar.A micrometeorological experiment was conducted over grasslands in a semi-arid region of north-eastern Brazil (São João, Pernambuco) from January to December 2011, using the Bowen ratio energy balance method, to improve the current understanding of energy partitioning and water vapour exchange over this ecosystem in this region. The objectives of the present study were to quantify the seasonal and diurnal variations in energy and water vapour exchanges over grasslands and understand the biotic and abiotic factors controlling the energy partitioning of this ecosystem. In the dry period, the low stored soil water limited the grass production and leaf area index, and as a consequence of these conditions, most of the annual net radiation (58%) was consumed in sensible heat flux. During the course of the study the evaporative fraction was linearly related to the leaf area index. The total annual evapotranspiration and its daily maximum were 543.8 mm and 3.14 mm d-1. The seasonal and diurnal variations in energy partitioning and evapotranspiration were controlled by soil water availability and leaf area index.

ASSUNTO(S)

agricultural sciences

Documentos Relacionados