Envelhecimento e saúde das profissionais do sexo em Mato Grosso do Sul

AUTOR(ES)
DATA DE PUBLICAÇÃO

2007

RESUMO

Esta pesquisa analisou aspectos do processo de envelhecimento e as repercussões na saúde de profissionais do sexo maduras residentes em Mato Grosso do Sul. Através da abordagem qualitativa e da utilização da categoria analítica genero como referencial teórico analisou-se o discurso de catorze mulheres que possuem quarenta e cinco anos ou mais e que exerceram ou exercem a atividade sexual para fins comerciais e que são residentes dos seguintes municipios: Campo Grande, Dourados, Corumbá, Tres Lagoas, Coxim e Porto Murtinho. Revelaram-se aspectos históricos e culturais que permearam as trajetórias de vida; as relações sociais que estabeleceram na familia, no trabalho e na comunidade; os sentidos de saúde-doença e como vivenciam o processo de envelhecimento. O dito e o não-dito, as ambiguidades entre serem mães e profissionais do sexo, trabalharem na boate ou na rua, sofrerem de violencia de genero e desfrutarem da liberdade conquistada pelo exercicio da prostituição, serem alvo de campanhas preventivas da Aids e não utilizarem o preservativo como material de trabalho, utilizarem substancias psico-ativas, sofrerem de depressão e considerarem-se com boa saúde foram antagonismos explorados nos discursos.

ASSUNTO(S)

saude coletiva relations of gender health aging profissionais do sexo sex professionals envelhecimento relações de genero saúde




Comentários