Enfisema pulmonar induzido por metilfenidato: estudo experimental

AUTOR(ES)
FONTE

Sao Paulo Med. J.Sao Paulo Medical Journal

RESUMO

CONTEXTO E OBJETIVO: O metilfenidato é o medicamento mais utilizado para o tratamento de déficit de atenção e hiperatividade. No entanto, tem efeitos colaterais importantes, tais como dor abdominal, insônia, anorexia, perda de apetite, bem como alguns casos de enfisema precoce grave após abuso da droga. Nosso objetivo foi investigar o desenvolvimento de enfisema pulmonar em ratos submetidos a diferentes doses de metilfenidato. TIPO DE ESTUDO E LOCAL: Trata-se de estudo experimental realizado em laboratório de uma universidade pública. MÉTODOS: Dezoito ratos Wistar machos foram divididos em três grupos: Controle (solução salina 0,9%); MP 0.8 (metilfenidato 0,8 mg/kg); MP 1.2 (metilfenidato 1,2 mg/kg). Depois de 90 dias de gavagem diária, os animais sofreram eutanásia e amostras de tecido pulmonar foram preparadas para análise do diâmetro alveolar médio (Lm). RESULTADOS: Lm foi maior nos grupos 0,8 MP (47,91 ± 3,13, P < 0,01) e MP 1.2 (46,36 ± 4,39, P < 0,05) em comparação com o grupo controle (40,00 ± 3,48). CONCLUSÃO: O metilfenidato causou aumento no diâmetro alveolar de ratos, o que é compatível com enfisema pulmonar humano.

ASSUNTO(S)

health sciences

Documentos Relacionados