Effects of surface treatment of provisional crowns on the shear bond strength of brackets

AUTOR(ES)
FONTE

Dental Press J. Orthod.

DATA DE PUBLICAÇÃO

31/07/2013

RESUMO

OBJETIVO: avaliar a resistência adesiva de braquetes metálicos colados a coroas provisórias confeccionadas em resina acrílica após diferentes tratamentos de superfície. MÉTODOS: cento e oitenta corpos de prova foram confeccionados em Duralay e divididos aleatoriamente em seis grupos (n = 30), de acordo com tratamento de superfície e material de colagem: grupo 1, asperização da superfície com Soflex e colagem com Duralay; grupo 2, asperização com jato de óxido de alumínio e colagem com Duralay; grupo 3, aplicação de monômero e colagem com Duralay; grupo 4, asperização com Soflex e colagem com Transbond XT; grupo 5, asperização com jato de óxido de alumínio e colagem com Transbond XT; e grupo 6, aplicação de monômero e colagem com Transbond. Os resultados foram tratados estatisticamente pela ANOVA e pelo teste de Games-Howell. RESULTADOS: as médias (MPa) foram: grupo 1 - 18,04; grupo 2 - 22,64; grupo 3 - 22,4; grupo 4 - 9,71; grupo 5 - 11,23; grupo 6 - 9,67. O índice de remanescente adesivo (ARI) variou entre 2 e 3 nos grupos 1, 2 e 3. Já nos grupos 4, 5 e 6, variou entre 0 e 1, demonstrando que apenas o material influencia o padrão de falha adesiva. CONCLUSÃO: o tratamento de superfície e o material influenciaram a resistência adesiva dos braquetes colados à coroas provisórias. A asperização por jato de óxido de alumínio elevou a resistência de união quando comparada ao Soflex, no grupo colado com Duralay. A resistência adesiva da resina acrílica Duralay foi superior à da resina composta Transbond XT.OBJECTIVE: To assess the adhesive resistance of metallic brackets bonded to temporary crowns made of acrylic resin after different surface treatments. METHODS: 180 specimens were made of Duralay and randomly divided into 6 groups (n = 30) according to surface treatment and bonding material: G1 - surface roughening with Soflex and bonding with Duralay; G2 - roughening with aluminum oxide blasting and bonding with Duralay; G3 - application of monomer and bonding with Duralay; G4 - roughening with Soflex and bonding with Transbond XT; G5 - roughening with aluminum oxide blasting and bonding with Transbond XT and G6: application of monomer and bonding with Transbond. The results were statistically assessed by ANOVA/Games-Howell. RESULTS: The means (MPa) were: G1= 18.04, G2= 22.64, G3= 22.4, G4= 9.71, G5= 11.23, G6= 9.67. The Adhesive Remnant Index (ARI) ranged between 2 and 3 on G1, G2 and G3 whereas in G4, G5 and G6 it ranged from 0 to 1, showing that only the material affects the pattern of adhesive flaw. CONCLUSION: The surface treatment and the material influenced adhesive resistance of brackets bonded to temporary crowns. Roughening by aluminum blasting increased bond strength when compared to Soflex, in the group bonded with Duralay. The bond strength of Duralay acrylic resin was superior to that of Transbond XT composite resin.

ASSUNTO(S)

health sciences

Documentos Relacionados