Effect of moisture on dental enamel in the interaction of two orthodontic bonding systems

AUTOR(ES)
FONTE

Dental Press J. Orthod.

DATA DE PUBLICAÇÃO

31/07/2013

RESUMO

OBJETIVO: a proposta desse estudo foi avaliar, por meio de microscopia eletrônica de varredura (MEV), a interface adesiva após a descolagem de acessórios ortodônticos, fixados em dentes bovinos com emprego de adesivo hidrofílico e hidrofóbico, em condições distintas de umidade do substrato dentário. MÉTODOS: foram utilizados 20 incisivos inferiores, divididos em quatro grupos (n = 5): Grupo I , empregou-se o sistema de colagem contendo o primer hidrofílico Transbond MIP e a pasta adesiva Transbond XT, aplicados em substrato úmido; Grupo II, empregou-se o sistema de colagem primer hidrofóbico Transbond XT e pasta adesiva em substrato úmido; Grupos III e IV, os braquetes foram colados com os mesmos sistemas de união dos Grupos I e II, porém com esmalte dentário seco. Removidos os acessórios, avaliou-se em MEV, em diferentes magnificações, a interface adesiva e a interação dos sistemas adesivos com o esmalte dentário. As imagens foram avaliadas qualitativamente, observando-se o embricamento mecânico para o adesivo hidrófilo em quaisquer condições de substrato. RESULTADOS: a falta de umidade no esmalte condicionado permitiu uma melhor interação entre os materiais de ligação e a estrutura adamantina. O adesivo hidrofóbico apresentou o pior resultado de interação micromecânica quando aplicado a uma estrutura dentária úmida; já o sistema hidrofílico mostrou-se versátil, obtendo resultados aceitáveis em condições de umidade e excelente interação na ausência de contaminação. CONCLUSÃO: os autores afirmam que a melhor condição do esmalte dentário para a aplicação de primers é com a ausência de umidade.OBJECTIVE: The purpose of this study was to assess by means of scanning electron microscopy (SEM) the remaining adhesive interface after debonding orthodontic attachments bonded to bovine teeth with the use of hydrophilic and hydrophobic primers under different dental substrate moisture conditions. MATERIAL AND METHODS: Twenty mandibular incisors were divided into four groups (n=5). In Group I, bracket bonding was performed with Transbond MIP hydrophilic primer and Transbond XT adhesive paste applied to moist substrate, and in Group II a bonding system comprising Transbond XT hydrophobic primer and adhesive paste was applied to moist substrate. Brackets were bonded to the specimens in Groups III and IV using the same adhesive systems, but on dry dental enamel. The images were qualitatively assessed by SEM. RESULTS: The absence of moisture in etched enamel enabled better interaction between bonding materials and the adamantine structure. The hydrophobic primer achieved the worst micromechanical interlocking results when applied to a moist dental structure, whereas the hydrophilic system proved versatile, yielding acceptable results in moist conditions and excellent interaction in the absence of contamination. CONCLUSION: The authors assert that the best condition for the application of primers to dental enamel occurs in the absence of moisture.

ASSUNTO(S)

health sciences

Documentos Relacionados