Effect of crude glycerol on in-vitro ruminal fermentation kinetics

AUTOR(ES)
FONTE

Rev. bras. saúde prod. anim.

DATA DE PUBLICAÇÃO

28/02/2014

RESUMO

O interesse na utilização da glicerina bruta na alimentação animal ressurge, devido ao aumento na disponibilidade e preço favorável, como conseqüência da expansão das indústrias de biocombustíveis. O objetivo deste trabalho foi avaliar os efeitos da substituição do milho por diferentes níveis de glicerina bruta na dieta sobre a fermentação ruminal através da digestibilidade in vitro verdadeira. As dietas experimentais consistiram na substituição do milho por glicerol (0; 4; 8 e 12%) na matéria seca da dieta (MS). As dietas eram compostas por 60% de feno de alfafa e 40% de grão de milho e o glicerol foi adicionado, substituindo o milho nas dietas. Além de trabalhar com as 48 horas tradicionais, foram utilizados diferentes horários de digestibilidade in vitro (0; 4; 8; 16; 48; 72 e 96 horas), com a finalidade de estudar a cinética da digestão. A substituição do milho por níveis crescente de glicerina bruta na dieta não afetou a concentração de N-NH3, o teor de energia metabolizável, as digestibilidades in vitro da matéria orgânica da fibra em detergente neutro, bem como os parâmetros da degradação ruminal. Portanto, esse subproduto da produção do biodiesel deve ser testado in vivo como uma alternativa energética na formulação de dietas para ruminantes.The interest in using crude glycerol in animal feeding has reemerged due to its increasing availability and favorable price resulting from the expansion of biofuel industry. The objective of the present study was to evaluate the effects of substituting corn for crude glycerol at different levels in the diet on ruminal fermentation using in-vitro true digestibility parameters. The experimental treatments consisted of substituting corn for liquid crude glycerol (0; 4; 8 and 12%) in dry matter basis. Diets consisted of 60% alfalfa hay and 40% corn and glycerol substituted the corn in the diet. In addition to the 48 hours traditionally applied in digestibility assays, different in-vitro digestibility times were used (0; 4; 8; 16; 48, 72 and 96 hours) in order to study digestion kinetics. The dietary corn substitution for increasing crude glycerol levels did not affect ammonia nitrogen content, metabolizable energy content, in-vitro digestibility of organic matter and neutral detergent fiber, nor ruminal degradation parameters. However this by-product of biodiesel production may be tested in-vivo as an alternative energy feedstuff in ruminant diets.

ASSUNTO(S)

agricultural sciences

Documentos Relacionados