Efeito temporal sobre a resposta da percepção subjetiva do esforço

AUTOR(ES)
FONTE

Rev Bras Med Esporte

DATA DE PUBLICAÇÃO

2014-10

RESUMO

INTRODUÇÃO: A percepção subjetiva de esforço da sessão (PSE da sessão) é um método de fácil aplicação e de muita utilidade no contexto esportivo, sendo sugerido um período de 30 min após a sessão de treinamento para sua avaliação; no entanto, não existem dados empíricos que suportem essa sugestão. OBJETIVO: Verificar a correlação e a concordância entre a percepção subjetiva de esforço (PSE) média reportada durante sessões de treinamento com valores de PSE reportados 5, 15 e 30 min após o término das sessões de treinamento, em atletas de basquetebol de ambos os gêneros. MÉTODOS: Participaram desse estudo 11 atletas do sexo feminino e nove atletas do sexo masculino. A PSE foi avaliada através da escala de PSE CR-10 a cada 20 min durante a sessão de uma hora de treinamento (PSE média da sessão) e 5, 15 ou 30 min após o término. Dessa forma, a PSE média de cada sessão de treinamento foi comparada com os valores de PSE reportados 5, 15 e 30 min após as sessões. RESULTADOS: Não houve diferença significante da PSE média entre as três sessões. As maiores correlações foram observadas entre PSE média das sessões 2 e 3 com a PSE reportada 15 e 30 min, após para homens (r = 0,92 - 0,91) e mulheres (r = 0,75 - 0,82). Os maiores valores de concordância foram verificados entre a PSE média das sessões 1 e 2 e as reportadas 15 min e 30 min após para ambos gêneros. CONCLUSÃO: Com base nos resultados, sugerimos que se evite reportar a PSE 5 min após o término da sessão. Além disso, recomendamos reportar a PSE no mínimo 15 min e, sobretudo, 30 min após o término da sessão. INTRODUCTION: The session rating perceived exertion (session-RPE) is an easily applied and very useful method in the sports context, a 30 minutes period after training session having been recommended for assessment; however, there are not empiric data supporting this suggestion. OBJECTIVE: To verify the relationship and the agreement between the average rating of perceived exertion (RPE) during the session with RPE values reported 5, 15 and 30 minutes after the end of the sessions. METHODS: Eleven female and nine male basketball players took part at the study. The RPE was assessed by means of a CR-10 scale every 20 minutes during the session which had a duration of 1 h (average RPE session) and 5, 15 or 30 minutes after de end of the sessions. Thus, the average RPE of every session was compared with RPE values reported 5, 15 and 30 minutes after the respective session. RESULTS: There was no difference in average RPE among the three sessions. The higher correlations were observed between average RPE session during sessions 2 and 3 with RPE reported 15 and 30 minutes after the end of the session for men (r = 0.92 - 0.91) and women (r = 0.75 - 0.82). The higher agreement values were founded between average RPE session during the sessions 1 and 2 with the RPE reported 15 and 30 minutes after the end those sessions for both genders. CONCLUSIONS: Based on these results, we suggest avoiding reporting the RPE session 5 minutes after the end of the session. Furthermore, we suggest reporting the RPE at least 15 minutes, or rather 30 minutes after the end of the session.

ASSUNTO(S)

health sciences




Comentários