Efeito do treinamento com haste vibratória na biomecânica da marcha com dupla-tarefa em idosas

AUTOR(ES)
FONTE

Rev Bras Med Esporte

DATA DE PUBLICAÇÃO

2014-12

RESUMO

Introdução: As quedas em idosos são responsáveis por muitos casos de lesões e morte. As alterações de equilíbrio e força muscular decorrentes do envelhecimento, que contribuem para a ocorrência de quedas, podem ser parcialmente revertidas com o exercício físico. Objetivo: Verificar os efeitos de 8 semanas de treinamento de equilíbrio com haste vibratória, sobre o comprimento de passo e a ativação muscular do membro inferior de idosas durante marcha com duplas tarefas. Métodos: Participaram do estudo 16 idosas divididas aleatoriamente em dois grupos: grupo treinamento de equilíbrio (GTE) e grupo de treinamento de equilíbrio com haste vibratória (GTEHV). A avaliação da marcha foi composta por três condições distintas que incluiram marcha em velocidade de preferencia e duplas tarefas. Foram coletados os dados eletromiográficos dos músculos reto femoral, vasto lateral, bíceps femoral, tibial anterior e gastrocnêmio lateral, e dados cinemáticos de comprimento de passo. Resultados: O GTEHV apresentou maiores valores de comprimento de passo após o treinamento. Ambos os grupos (GTE e GTEHV) mostraram menores valores de ativação muscular após o treinamento. Conclusão: Os resultados sugerem que o treinamento de equilíbrio com haste vibratória pode ser eficaz para melhora do desempenho durante diferentes condições de marcha em idosos, contribuindo para a prevenção de quedas nesta população. Introduction: Falls in elderly are responsible for many cases of injury and death. Changes in balance and muscle strength associated with aging that contribute to the occurrence of falls, can be partially reverted with exercise. Objective: Investigate the effect of eight weeks of oscillatory pole training on the step length and lower limb muscle activation during dual-task gait in elderly. Methods: The study included 16 female elderly randomly divided into two groups: balance training (GTE) and oscillatory pole training (GTEHV). The gait evaluation was composed of three conditions that included gait speed preference and dual-tasksgait. Electromyography findings of the rectus femoris, vastus lateralis, biceps femoris, and tibialis anterior, lateral head of gastrocnemius as well as kinematic data of step length were collected. Results: The GTEHV group showed higher values of step length after training. Both groups (GTE and GTEHV) showed lower muscle activation after training. Conclusion: The results suggest that balance training with oscillatory pole may be effective for improve performance during different gait conditions in elderly contributing to the prevention of falls in this population.

ASSUNTO(S)

health sciences

Documentos Relacionados