Efeito da temperatura radicular na resistência ao movimento de água no cacaueiro (Theobroma cacao L.)

AUTOR(ES)
FONTE

Acta Botanica Brasilica

DATA DE PUBLICAÇÃO

01/07/1992

RESUMO

O efeito da temperatura radicular na resistência ao movimento de água foi estudada em plântulas de cacau (Theobroma cacao L. cv. Catongo) sob condições de casa de vegetação e a temperaturas radiculares de 10, 20, 30 e 40ºC, em folhas cobertas com papel de alumínio e sacos de polieteileno preto e em folhas descobertas. As folhas estavdf am localizadas na parte basal, intermediária e apical do caule. Mediram-se trocas gasosas foliares utilizando o sistema portátil de fotossíntese LI-6000. O potencial hídrico e o osmótico foram mensurados por psicrometria. O potencial de turgor foi estimado por diferença entre o potencial hídrico e o osmótico. Os resultados obtidos sugerem que a resistência ao movimento de água nas plântulas de cacau depende do fluxo transpiracional e que a variação dos gradientes do potencial hídrico na planta é determinada por temperaturas radiculares maiores de 30ºC. As trocas gasosas, a temperaturas radiculares diferentes, dependem do estado hídrico da planta.

ASSUNTO(S)

cacau resistência ao movimento de água temperatura radicular

Documentos Relacionados