Efeito da crise de 2007/2008 na transmissão internacional de volatilidade no mercado de capitais brasileiro

AUTOR(ES)
FONTE

REAd. Rev. eletrôn. adm. (Porto Alegre)

DATA DE PUBLICAÇÃO

31/07/2013

RESUMO

Com a crescente globalização, os mercados financeiros do mundo todo passaram a apresentar maior integração. Tal relacionamento entre mercados possui como implicação um termo que vem atraindo a atenção de profissionais e acadêmicos, a transmissão de volatilidade. Dessa forma, o presente trabalho tem como escopo analisar a transmissão internacional de volatilidade no mercado brasileiro. Para tanto, é utilizado um modelo Garch multivariado com parametrização BEKK. Com base nesse modelo, são estimados os relacionamentos bivariados entre o mercado brasileiro, representado pelo índice Ibovespa, e os mercados americano, argentino, mexicano e chinês, utilizando-se de índices representativos de 4 de janeiro de 2000 até 31 de março de 2010, totalizando 2667 cotações. A amostra foi dividida em três partes, representando os períodos anteriores, durante e posteriores à crise do subprime de 2007/2008. Os resultados obtidos permitem concluir que, durante a crise de 2008, de forma geral, houve mudança na direção da transmissão de volatilidade entre o mercado brasileiro e os demais estudados, de forma ao Brasil passar a exercer maior influência na volatilidade condicional desses, por ter sofrido menores consequências com a crise financeira. Além disso, após o período de turbulência causado pela crise de 2008, o relacionamento da volatilidade entre o mercado brasileiro com os demais passou a ser menos assimétrico do que no período anterior a crise.With the increasing globalization of world, financial markets around the world began to show further integration. This relationship between markets has implications as a term that has attracted the attention of professionals and academics, the transmission of volatility. Thus, this work has as scope to analyze the transmission of volatility in the Brazilian market. For that, we used a multivariate Garch model with BEKK parameterization. Based on this model, we estimated the bilavariate relationships between the Brazilian market, represented by the Bovespa index, and the U.S. markets, Argentine, Mexican and Chinese, also with outcome approached by representative indexes of January, 4 of 2000 to march, 30 of 2010, totaling 2667 observations. The sample was divided into three parts, representing the periods of before, during and after the sub-prime crisis of 2007/2008. The results allow concluding that during the 2008 crisis, in general, there was a change in the direction of the volatility transmission between Brazilian market and the others studied, with Brazil passing to exercise greater influence, because it suffered less consequence due to the financial crisis. Moreover, after the period of turmoil caused by the crisis of 2008, the relationship between the volatility of the Brazilian market with the rest became less asymmetric than in the period before the crisis.

ASSUNTO(S)

applied social sciences

Documentos Relacionados