Determinants of using pacifier and bottle feeding

AUTOR(ES)
FONTE

Rev. Saúde Pública

DATA DE PUBLICAÇÃO

2014-08

RESUMO

OBJETIVO Analisar os fatores associados ao uso de chupeta e/ou mamadeira em lactentes menores de um ano. MÉTODOS Estudo transversal realizado com dados de 34.366 crianças obtidos da II Pesquisa Nacional de Prevalência de Aleitamento Materno, realizada em 2008, nas capitais brasileiras e Distrito Federal. Foi utilizada amostragem por conglomerados e o questionário incluiu perguntas sobre o uso de bicos artificiais nas últimas 24h. Três desfechos foram considerados para a análise: uso exclusivo de chupeta, uso exclusivo de mamadeira e uso de bicos artificiais (chupeta e mamadeira). As razões de prevalência foram obtidas por regressão de Poisson com variância robusta seguindo modelo hierárquico. RESULTADOS Associaram-se ao uso exclusivo de chupeta: mãe trabalhar fora, primiparidade, não ter sido amamentado na primeira hora e uso do chá no primeiro dia em casa. Para uso exclusivo da mamadeira, foram identificados: mãe trabalhar fora, primiparidade, baixo peso ao nascer, não amamentado na primeira hora de vida, uso de fórmula e chá no primeiro dia em casa. O uso de bicos artificiais (chupeta e mamadeira) foi associado com trabalho materno fora do lar, primiparidade, parto cesárea, bebês do sexo masculino, baixo peso ao nascer, nascimento em um hospital não credenciado como “Amigo da Criança”, realizar o acompanhamento de saúde da criança em unidade básica de saúde (RP = 0,91), uso de fórmula, água e chá no primeiro dia em casa. CONCLUSÕES Este estudo encontrou perfis de usuários exclusivos de chupetas, mamadeiras e de ambos. Essas informações podem orientar as práticas preventivas para a saúde da criança. OBJECTIVE To analyze the factors associated with the use of pacifiers and/or bottle feeding in infants aged under one year. METHODS This is a cross-sectional study with 34,366 children and using data from the database of the 2nd Nationwide Survey of Breastfeeding Prevalence performed in the Brazilian capitals and Federal District in 2008. Cluster sampling was used. The questionnaire included questions about the use of artificial nipples in the last 24 hours. The analysis considered three outcomes: exclusive use of pacifier, exclusive use of bottle feeding, and use of artificial nipples (pacifier and bottle feeding). Prevalence ratios were obtained using Poisson regression with robust variance following a hierarchical model. RESULTS The following factors were associated with exclusive use of the pacifier: mother working outside the home, primiparity, child was not breastfed within the first hour, and child had consumed tea on the first day at home. The following factors were associated with exclusive use of bottle feeding: mother working outside the home, primiparity, low birth weight, child not breastfed within the first hour, and child had consumed milk formula and tea on the first day at home. The following factors were associated with use of artificial nipples (pacifier and bottle feeding): mother working outside the home, primiparity, cesarean delivery, the male gender, low birth weight, born in a hospital not accredited as “baby friendly”, required health baby monitoring in the Primary Health Care Unit (PR = 0.91), and child had consumed milk formula, water, or tea on the first day at home. CONCLUSIONS This study identified profiles of exclusive users of pacifiers, bottle feeding, and both. The provided information can guide preventive practices for child health.

ASSUNTO(S)

health sciences

Documentos Relacionados