Desempenho da mistura de aveia preta e azevém em função da adubação orgânica e mineral

AUTOR(ES)
FONTE

Rev. Ceres

DATA DE PUBLICAÇÃO

31/01/2014

RESUMO

Maximizar a eficiência dos sistemas de produção existentes, reduzindo a entrada de insumos externos e dos custos de produção é a lógica da agropecuária moderna. Baseado nisso, objetivou-se, com este trabalho, avaliar a influência das adubações orgânica e mineral no desenvolvimento e produção de massa seca (MS) do consórcio de aveia preta (Avena strigosa Schreb.) com azevém (Lolium multiflorum Lam.). O delineamento experimental utilizado foi o de blocos ao acaso, com quatro repetições, com os seguintes tratamentos: sem adubação; adubação mineral; adubação organomineral (50% mineral e 50% orgânica) e adubação orgânica. O experimento foi instalado em 15 de maio e conduzido até 28 de setembro de 2010. Foram realizadas três avaliações nesse período, por meio de cortes, para estimar a produção de MS e, semanalmente, verificaram-se o número de folhas, de afilhos e o comprimento da parte aérea das plantas de cada espécie. O efeito dos tratamentos sobre as variáveis número de afilhos, número de folhas e comprimento da parte aérea apresentou significância apenas nas primeiras avaliações. A produção de MS da cultura da aveia preta foi maior no primeiro corte, decaindo posteriormente, em função do ciclo precoce da espécie. O azevém teve elevada produção somente no último período, em função da característica de seu ciclo. Somando-se a MS obtida nos três períodos, concluiu-se que o dejeto de produção leiteira proporciona produção semelhante à favorecida pela adubação mineral. O mesmo comportamento foi observado para as características morfogênicas avaliadas, diferindo da testemunha.Maximizing the efficiency of existing production systems and reducing the intake of external inputs and production costs is the principle of modern farming and livestock production. In this context, the aim of this study was to evaluate the influence of organic and mineral fertilization on dry mass (DM) development and production of the consortium of black oat (Avena strigosa Schreb.) and ryegrass (Lolium multiflorum Lam.). The experiment was arranged in a randomized block design, with four replications, with the following treatments: without fertilization, mineral fertilization only, organic and mineral fertilization (50% mineral and 50% organic) and organic fertilization only. The experiment was conducted from May 15 to September 28, 2010. Three evaluations were performed in this period, using cuttings to estimate the DM production and recording the number of leaves, tillers and length of aerial part of plants of each species weekly. The effect of the treatments on the number of tillers, number of leaves and length of aerial part was significant only in the first evaluation. DM of black oat was higher in the first cutting and declined thereafter, due to its early cycle. Ryegrass obtained high production only in the last period, because of characteristics of its cycle. The total DM obtained in the three periods indicated that the dairy manure provides production similar to mineral fertilization. The same performance was obtained for the morphogenic characteristics evaluated, which differed from the control.

ASSUNTO(S)

agricultural sciences biological sciences




Comentários