Documento


Crescimento da base craniana nos diferentes tipos faciais nos relacionamentos maxilomandibulares ortopédicos de Classe I, II e III: parte 3 (Crescimento médio de CF-Po)

AUTOR(ES)
FONTE

Revista Dental Press de Ortodontia e Ortopedia Facial

DATA DE PUBLICAÇÃO

2007

RESUMO

OBJETIVO: este estudo retrospectivo avaliou o crescimento médio de CF-Po nos diferentes tipos faciais nos relacionamentos maxilomandibulares ortopédicos de Classe I, II e III. METODOLOGIA: uma amostra aleatória de 300 pacientes brasileiros leucodermas (131 do gênero masculino, 169 do gênero feminino), com idade média inicial de 10 anos e 2 meses (dentadura mista) e final de 14 anos e 8 meses (segundos molares em oclusão) e tempo médio de observação de 4 anos e 5 meses, foi selecionada em uma clínica particular, em São Paulo, Brasil. Havia 118 pacientes Classe I, 151 Classe II e 31 Classe III. Todas as 600 radiografias cefalométricas laterais foram obtidas no mesmo aparelho de raios-x. As análises de Ricketts e Schwarz modificadas por Faltin foram usadas. A medida linear CF-Po foi feita manualmente pelo mesmo examinador em T1 e T2. Os relacionamentos foram estudados juntos e separadamente, considerando tipo facial e gênero. A análise de variância de ANOVA foi aplicada. RESULTADOS E CONCLUSÕES: o tipo facial retrovertido mostrou-se significativamente desfavorável à correção de Classe III mandibular no gênero masculino; com tendência desfavorável à Classe II mandibular e crescimento ântero-posterior favorável na Classe I. O neutrovertido mostrou-se significativamente favorável à correção de Classe III mandibular em ambos os gêneros; com tendência favorável à correção de Classe II mandibular e ao crescimento ântero-posterior na Classe I. O provertido mostrou-se significativamente desfavorável à correção de Classe III em ambos os gêneros e favorável na Classe II mandibular e com tendência favorável de crescimento ântero-posterior na Classe I, principalmente no gênero masculino.

ASSUNTO(S)

base craniana crescimento tipos faciais relacionamento maxilomandibular ortopédico




Comentários