Corpos mutantes, mulheres intrigantes: transexualidade e cirurgia de redesignação sexual

AUTOR(ES)
FONTE

Psic.: Teor. e Pesq.

DATA DE PUBLICAÇÃO

30/11/2013

RESUMO

Algumas definições de transexualidade incluem a questão da cirurgia de redesignação sexual como um desejo inerente aos(às) transexuais. Este estudo teve por objetivo investigar os significados atribuídos à cirurgia por quatro mulheres transexuais, destacando as concepções a respeito das mudanças que a redesignação acarreta na vida da pessoa transexual. Os dados foram colhidos mediante aplicação individual de entrevista aberta na modalidade história de vida temática. O material transcrito foi organizado sob a forma de estudos de caso e analisado com base na Teoria Queer. Os resultados sugerem que os significados atribuídos à cirurgia são polissêmicos e mutáveis ao longo do processo de desenvolvimento e que o desejo de se submeter ao procedimento não deve ser um critério definidor da transexualidade.Some definitions of transsexuality include the issue of sex reassignment surgery as an inherent desire of all transsexual people. This paper aims to investigate the meanings assigned to the surgery by four transsexual women, seeking to highlight the conceptions about the changes that reassignment creates in the personal life of the transsexual. The data were collected by individual application of open-ended interviews using life history technique. The transcripts were organized into collective case studies and analyzed on basis of the Queer Theory. The results suggest that the meanings attributed to sex reassignment surgery have multiple meanings and are changeable during the process of development and that the desire of an operation should not be included as a criterion in the definition of transsexuality.

ASSUNTO(S)

human sciences

Documentos Relacionados