Biomassa seca acumulada, partições e rendimento industrial da cana-de-açúcar irrigada no Semiárido brasileiro

AUTOR(ES)
FONTE

Rev. Ceres

DATA DE PUBLICAÇÃO

2014-10

RESUMO

Objetivou-se, com este trabalho, determinar parâmetros de crescimento e de rendimento da cana-de-açúcar cv. RB92579, sob regime de irrigação, no Semiárido brasileiro, visando a avaliar o desempenho desta cultura nas condições edafoclimáticas locais. Foram avaliados o acúmulo de biomassa seca e as suas respectivas partições, durante dois ciclos consecutivos de cana-de-açúcar (soca e ressoca), além dos indicadores de rendimento e de qualidade da cultura ao final do período experimental. Em ambos os ciclos, foram realizadas dez coletas de amostras para se determinar a biomassa seca de seis componentes estruturais dos perfilhos (folhas verdes, bainhas, parte emergente, pseudocolmos, folhas e bainhas mortas e colmo). A cana-de-açúcar apresentou elevado acúmulo de biomassa seca da parte aérea da planta, com valor médio de 6.493 g m-2 para os dois ciclos de cultivo. No início do seu crescimento, os fotoassimilados foram destinados prioritariamente às folhas verdes, bainhas, parte emergente e pseudocolmos. Em fase posterior de crescimento, os fotoassimilados passaram a ser utilizados na formação dos colmos. Os resultados obtidos foram muito semelhantes para os ciclos de soca e ressoca. Os modelos ajustados para descrever a evolução da biomassa seca e de suas respectivas partições apresentaram ajustes satisfatórios, em função dos dias após o corte. O elevado rendimento industrial (133,88 ± 40,84 t ha-1) e a alta concentração de sacarose por biomassa seca (0,34 ± 0,10 g g-1) proporcionaram valores elevados de produção de açúcar (17,75 ± 4,44 t ha-1) e de álcool (12,73 ± 3,23 t ha-1), indicando alto desempenho produtivo da RB92579 para a região.The objective of this work was to evaluate growth and yield parameters of sugar cane cv. RB92579 under irrigation in the Brazilian semi-arid to evaluate performance of that crop in the local conditions of climate and soil. It was evaluated the accumulation of dry biomass and its respective partitions during two consecutive sugarcane ratoon cycles, as well as the indicators of industrial yield and crop quality at the end of the experimental period. Ten samples collections were carried out in both sugarcane cycles to determine the dry biomass of six structural components of tillers (green leaves, sheaths, immature leaves and sheaths, pseudo-stem, dead leaves and sheaths and stems). The sugarcane presented high accumulation of dry biomass with a mean value of 6,493 g m-2 for the two cultivation cycles. At the beginning of the growing period, the photoassimilates are mainly destined to the green leaves, sheaths, immature leaves and pseudostem. Afterwards, the photoassimilates are used in the formation of stems and leaf enlargement. The results achieved in this work were very similar for both ratoon cycles. The fitted models used to describe the evolution of dry biomass and their respective partitions presented good correlation as a function of the days after cutting. The high industrial yield (133.88±40.84 t ha-1) and the high content of sucrose on the stem per dry biomass (0.34±0.10 g g-1) provided elevated values of sugar (17.75±4.44 t ha-1) and alcohol (12.73±3.23 t ha-1) production, indicating high productive performance of the RB92579 for the region.

ASSUNTO(S)

agricultural sciences biological sciences

Documentos Relacionados