Avaliação do peso corporal em pacientes com doença de Graves durante o tratamento com metimazol

AUTOR(ES)
FONTE

Arquivos Brasileiros de Endocrinologia & Metabologia

DATA DE PUBLICAÇÃO

01/08/2012

RESUMO

OBJETIVO: Avaliar a alteração de peso durante o tratamento do hipertiroidismo e correlacioná-la com IL-6 e TNF-alfa. SUJEITOS E MÉTODOS: Quarenta e dois pacientes foram incluídos. Peso corporal (PC), índice de massa corpórea (IMC), características clínicas e laboratoriais foram registrados. IL-6 e TNF-alfa foram determinados antes do tratamento com metimazol (MMI) e no estado de eutiroidismo. RESULTADOS: O PC foi de 59,62 ± 11,5 kg no estado de hipertiroidismo e de 69,91 ± 14,4 kg no estado de eutiroidismo (p < 0,001). O IMC aumentou de 23,1 ± 3,8 kg/m² para 27 ± 4,7 kg/m² durante o tratamento (p < 0,0001). Antes da terapia, 66,6% tinham IMC < 25 kg/m² e 33,3%, IMC > 25 kg/m². No estado de eutiroidismo, 38% dos pacientes apresentavam IMC < 25 kg/m² e 62%, IMC > 25 kg/m² (p = 0,01). No estado de eutiroidismo, encontrou-se significativa diminuição nos valores de IL-6 e TNF-alfa, mas nenhuma correlação entre IL-6 e TNF-alfa com PC ou IMC. CONCLUSÃO: Um importante aumento no PC e IMC foi observado durante o tratamento do hipertiroidismo e alterações de IL-6 e TNF-alfa relacionam-se somente com o retorno ao eutiroidismo.

ASSUNTO(S)

hipertiroidismo fator de necrose tumoral alfa interleucina-6 metimazol hormônio tiroidiano peso corporal

Documentos Relacionados