Avaliação do efeito da psicoterapia de grupo sobre as funções cognitivas de pacientes com esclerose múltipla que apresentam simultaneamente alterações cognitivas e depressão

AUTOR(ES)
FONTE

Arq. Neuro-Psiquiatr.Arquivos de Neuro-Psiquiatria

RESUMO

Objetivo Avaliar como a melhora da depressão grave através da psicoterapia afeta a função cognitiva de pacientes com esclerose múltipla (EM) diagnosticados com depressão e disfunção cognitiva. Método Foram aplicados a pacientes com EM o “Brief Repeatable Battery of Neuropsychological Test” e o ınventário de depressão de beck (BDI). Os pacientes com depressão e disfunção cognitiva foram submetidos a psicoterapia de grupo por 3 meses. Depois desse período, foram reaplicados os mesmos testes. Resultados Depressão e disfunção cognitiva foram detectadas conjuntamente em 15 (13,9%) dos pacientes. Embora os pacientes se tivessem recuperado ao fim dos 3 meses de psicoterapia de grupo, somente através do BDI e do “Paced Auditory Test” foi possível detectar uma recuperação significativa. Conclusão Psicoterapia de grupo pode diminuir o comprometimento cognitivo em pacientes com EM.

ASSUNTO(S)

health sciences




Comentários