Avaliação de hábitos de higiene bucal, hábitos alimentares e pH salivar em pacientes com ausência e presença de lesões cervicais não cariosas

AUTOR(ES)
FONTE

Rev. odontol. UNESP

DATA DE PUBLICAÇÃO

30/11/2013

RESUMO

OBJETIVO: Avaliar hábitos de higiene bucal, hábitos alimentares e pH salivar em pacientes com ausência e presença de lesões cervicais não cariosas. MÉTODO: Por meio de um estudo transversal, foram avaliados 88 pacientes, de ambos os sexos, feminino (63,6%) e masculino (36,4%), entre 18 e 71 anos, nos Serviços de Oclusão das cidades de João Pessoa e Campina Grande. Realizaram-se avaliações clínicas, por um único examinador calibrado, para diagnosticar a presença das lesões, a face, os grupos dentários, os hábitos de abrasão e erosão, e o pH Salivar. Utilizaram-se análises descritivas e não paramétricas (Qui-Quadrado, coeficiente ρ de Spearman e teste U de Mann-Whitney), com 5% de nível de significância e 95% de intervalo de confiança. RESULTADO: Verificou-se a prevalência de 65,90% dos pacientes com lesões e o grupo dos pré-molares foi o mais atingido pelas lesões, que estiveram frequentes na face vestibular e na maxila. O gênero não apresentou associação com a presença das lesões, enquanto que a idade foi estatisticamente significante (p<0,001) para a presença destas. O número e a direção de escovação (Fator Abrasivo) e pH Salivar não demonstraram associação com a presença das lesões, enquanto que a frequência do consumo de refrigerantes, de 1 a 7× semanais, apresentou associação positiva. CONCLUSÃO: Os pacientes com alterações oclusais apresentam um elevado número de lesões cervicais não cariosas e a frequência do consumo de refrigerantes representou associação estatística com a presença de lesões.OBJECTIVE: To evaluate oral hygiene habits, eating habits and salivary pH in patients with absence and presence of no carious cervical lesions. METHOD: Through a cross-sectional study evaluated 88 patients of both sexes, female (63.6%) and male (36.4%), between 18 and 71 years in services Occlusion of the cities of João Pessoa Campina Grande. Clinical assessments were performed by a single calibrated examiner to diagnose the presence of lesions, compared to groups dental erosion and abrasion habits and Salivary pH. Through descriptive analysis and nonparametric (chi-square, Spearman ρ coefficient and U Mann-Whitney test) at 5% significance level and 95% confidence interval. RESULT: The prevalence of 65.90% of patients with injuries, the group premolar was the most affected by injuries, which were frequent in the buccal and jaw. Gender was not associated with the presence of lesions, whereas age was statistically significant (p<0.001) for the presence of these. The number and direction of brushing (Abrasive Factor) and Salivary pH didn't show association with the presence of lesions; whereas the frequency of soft drink consumption from 1 to 7× weekly, showed a positive association. CONCLUSION: Patients with occlusal changes have a large number of no carious cervical lesions and the frequency of soft drink consumption accounted statistical association with the presence of lesions.

ASSUNTO(S)

health sciences

Documentos Relacionados