Faça uma monografia perfeita!

Faça parte da nossa lista exclusiva de acadêmicos e receba dicas imperdíveis para seu TCC.

Não gostamos de SPAM assim como você!

Avaliação de aspectos socioeconômicos e de intervenções antrópicas para fins de zoneamento ambiental das sub-bacias hidrográficas do Médio Rio Grande / Evaluation of socio-economic and anthropic interventions with the purpose of environmental zoning of a sub-watersheds of middle Rio Grande

AUTOR(ES)
FONTE

IBICT

DATA DE PUBLICAÇÃO

14/12/2012

RESUMO

A adoção da bacia hidrográfica como unidade de planejamento desencadeou providências em estudos fundamentais para estruturação dos Comitês de Bacias, tendo em vista a carência de informações que pudessem dar suporte técnico e de conhecimento da área de abrangência destes Comitês. Para a elaboração do Plano Diretor da Bacia Hidrográfica pressupõe que seja premente a compreensão das inter-relações entre o espaço físico e as interferências do ser humano neste espaço. Visando a elaboração do Plano Diretor das subbacias do Médio Rio Grande utilizou-se do Zoneamento Ambiental como instrumento para realizar o estudo da área. Como parte integrante do Zoneamento Ambiental o entendimento das implicações socioeconômicas se torna necessário. A pesquisa envolve duas abordagens: uma utilizando indicadores socioeconômicos referentes a limites político-administrativos (municípios) e outra com intervenções antrópicas consolidadas e áreas preservadas, que foram analisadas por limites geográficos. São 22 municípios que fazem parte integral ou parcialmente deste território. Os dados foram integrados e processados em um sistema de informações geográficas. Os produtos finais foram expostos em mapas e gráficos. Para os dados de intervenções antrópicas e fragmentos florestais produziu-se uma Carta com Hierarquização das Unidades Ambientais quanto ao Planejamento Sustentável das Ocupações do Médio Rio Grande, envolvendo classes hierárquicas quanto à prioridade de ações pelos gestores públicos: alta prioridade, média prioridade e baixa prioridade. Sete macrounidades não apresentaram classificação alta prioridade, cinco apresentaram pequenas unidades ambientais nessa classificação e 23 macrounidades apresentaram maiores proporções em unidades ambientais classificadas alta prioridade. São 34 macrounidades na área do Médio Rio Grande.

ASSUNTO(S)

engenharia ambiental zoneamento ambiental bacia hidrográficas sustentabilidade ambiental impactos socioeconômicos ação antrópica estudo socioeconômico intervenções antrópicas engenharia civil environmental zoning watershed socio economic study anthropogenic interventions




Comentários