Avaliação da satisfação do aluno com deficiência no ensino superior

AUTOR(ES)
FONTE

Avaliação (Campinas)

DATA DE PUBLICAÇÃO

28/02/2014

RESUMO

Neste início de século tem havido um crescimento do número de matrícula do aluno com deficiência no ensino superior. Porém, este fenômeno não está sendo avaliado para fins de averiguação da satisfação desse alunado quanto ao seu acesso e permanência. Este estudo tem por objetivo identificar o nível de satisfação desse alunado através de um instrumento construído pela pesquisadora. Trata-se de um estudo de caso, de caráter exploratório, em uma universidade do interior do Estado de São Paulo. Participaram do estudo oito com deficiência visual, seis com deficiência física, três com deficiência auditiva e uma com dificuldades de aprendizagem. O instrumento construído foi denominado de Escala de Satisfação e Atitudes de Pessoas com Deficiência - ESA. Em decorrência do tamanho da amostra, as técnicas estatísticas utilizadas foram no sentido exploratório e não inferencial. Verificou-se que as médias dos grupos diferenciaram-se de forma estatisticamente significativa (p=0,065) pelo Teste de Friedman, indicando que há diferenças entre os tipos de satisfação avaliados, no grupo estudado, a 90% de confiança. Os achados permitem-nos afirmar que a aplicação desse instrumento é viável e útil, no sentido de avaliar o rumo que a universidade está tomando com relação à garantia do acesso e permanência desse alunado.In this new century there has been an increase in the number of registration of disabled students in higher education. However, this phenomenon is not being considered for the purpose of ascertaining the student's satisfaction in their access and permanence. This study aims to identify the student's level of satisfaction through an instrument constructed by the researcher. This is a case study of an exploratory nature, a university in the state of Sao Paulo. The study included eight visually impaired, physically disabled six, three with a hearing impairment and learning difficulties. This instrument was called Satisfaction Scale and Attitudes of People with Disabilities - ESA. Due to sample size, statistical techniques were used in an exploratory sense and not inferential. It was found that the averages of the groups differed statistically significantly (p= 0.065) by the Friedman test, indicating that there are differences between the types of satisfaction assessed in the study group, 90% confidence. These findings allow us to state that the application of this instrument is feasible and useful, in order to assess the direction the university is taking with regard to ensuring access and retention of students.

ASSUNTO(S)

human sciences

Documentos Relacionados