Faça uma monografia perfeita!

Faça parte da nossa lista exclusiva de acadêmicos e receba dicas imperdíveis para seu TCC.

Não gostamos de SPAM assim como você!

Avaliação da eficiência de lagoas de estabilização no tratamento de resíduos esgotados de fossas sépticas

AUTOR(ES)
DATA DE PUBLICAÇÃO

2009

RESUMO

Por causa da deficiência na elaboração de políticas públicas em atenção ao atendimento às questões do esgotamento sanitário dos municípios, empresas conhecidas como limpa-fossa surgiram propondo solucionar de forma simples a coleta e o manejo dos efluentes líquidos produzidos em residências uni ou multifamiliares, comércio, hospitais, etc. Em se tratando de uma atividade em que não há preocupações quanto ao destino dos esgotos, surgiram questionamentos referentes ao grau de segurança sanitária e ambiental nessas empresas. Tradicionalmente, a maioria delas faz a disposição dos resíduos esgotados no solo ou em áreas inundáveis, a céu aberto, normalmente localizadas na periferia das cidades (MENESES, 2001). Por sua vez, o lodo esgotado de fossas sépticas, disposto sem qualquer critério técnico no solo, em rios e como adubo na agricultura , coloca em risco a saúde da população e a qualidade ambiental. O presente trabalho, inserido na rede de pesquisa do Edital 5 do Programa de Pesquisas em Saneamento Básico PROSAB-5, objetivou o estudo do tema Caracterização e estudo de alternativas de tratamento de lodos de fossa séptica na cidade do Natal, RN, propondo a avaliação do desempenho do uso das lagoas de estabilização como sistema de tratamento dos resíduos esgotados das fossas sépticas. A série de lagoas estudada pertence a uma das maiores empresas limpa-fossa da cidade de Natal, composta por duas lagoas anaeróbias, uma facultativa e uma de maturação, além de um tanque de desinfecção, sendo o efluente final lançado no Rio Potengi. As coletas foram realizadas entre os meses de outubro de 2007 a outubro de 2008, em seis pontos previamente definidos e julgados como mais adequados ao que se propôs estudar. Os resultados das análises em campo e em laboratório apontaram remoções mais significativas de DQO (88,93%), sólidos suspensos totais (94,87%), nitrogênio orgânico (66,87%) e coliformes termotolerantes (99,88%). Alguns resultados obtidos não atingiram o esperado, pois o sistema em estudo apresentou problemas de operação que prejudicaram a eficiência dos reatores

ASSUNTO(S)

tanque séptico engenharia sanitaria septic tank cesspit stabilization ponds lagoas de estabilização fossa séptica




Comentários