Documento


Avaliação da amplitude de movimento da articulação coxofemoral como fator de risco etiológico para as lesões por não-contato do ligamento cruzado anterior do joelho em praticantes de futebol

AUTOR(ES)
DATA DE PUBLICAÇÃO

2009

RESUMO

Objetivo: Investigar se há associação entre a diminuição da amplitude de movimento da articulação coxofemoral e a lesão por não-contato do ligamento cruzado anterior em jogadores de futebol. Método: Neste estudo de casos e controles, 50 jogadores de futebol, com lesão por nãocontato do ligamento cruzado anterior do joelho, confirmada por cirurgia, tiveram suas articulações coxofemorais examinadas e comparadas com o grupo controle. Os achados foram estatisticamente analisados, de acordo com dois pontos de corte (70° e 80°, na soma total de rotação interna e rotação externa), em ambos os grupos. Resultados: Uma significativa diminuição na amplitude de movimento da articulação coxofemoral foi encontrada em 38% de todos os indivíduos estudados no menor ponto de corte (70°) e 64% no maior ponto de corte (80°). A diminuição da amplitude de movimento do quadril foi maior no grupo com ruptura de LCA do que no grupo controle, com pequena diferença entre os dois pontos de corte (70° e 80°). A diferença entre pacientes e controles foi estatisticamente significativa (p = 0, 001). Conclusão: Houve uma forte associação entre a diminuição da amplitude de movimento da articulação do quadril e a ruptura de LCA em jogadores de futebol, não somente, mas, principalmente, devido à diminuição da rotação interna. Apesar da falta de comparação com outros esportes, o resultado mostrou um maior aumento da diminuição de amplitude de movimento do quadril no grupo de jogadores de futebol, quando comparado com a população em geral.

ASSUNTO(S)

anterior cruciate ligament (acl) amplitude de movimento articular injuries in soccer players articulação coxofemoral ligamento cruzado anterior hip range motion futebol traumatismos do joelho




Comentários