Austenitic-ferritic stainless steel containing niobium

AUTOR(ES)
FONTE

Rem: Rev. Esc. Minas

DATA DE PUBLICAÇÃO

30/11/2013

RESUMO

Os aços inoxidáveis austeno-ferríticos apresentam melhor combinação de propriedades mecânicas e resistência à corrosão que os inoxidáveis austeníticos e ferríticos. A microestrutura desses aços depende da composição química e tratamentos térmicos. Nos aços inoxidáveis austeno-ferríticos, a solidificação inicia a 1450ºC com a formação de ferrita, austenita a 1300ºC e fase sigma na faixa de 600 a 950ºC. Esta última compromete a resistência à corrosão e a tenacidade desses aços. Conforme a literatura, o nióbio tem grande influência na transformação de fases dos aços inoxidáveis austeno-ferríticos. Essa pesquisa avaliou o efeito do nióbio na microestrutura, dureza e resistência de transferência de carga de um aço inoxidável austeno-ferrítico. As amostras foram solubilizadas a 1050ºC e envelhecidas a 850ºC, para promover a formação da fase sigma. Os ensaios de corrosão foram realizados em meio de saliva artificial. Os resultados mostram que a adição de 0.5% Nb no aço provoca a formação da fase de Laves. Essa fase, associada à fase sigma, aumenta a dureza do aço, reduzindo, porém, os valores da resistência de transferência de carga.The austenitic-ferritic stainless steels present a better combination of mechanical properties and stress corrosion resistance than the ferritic or austenitic ones. The microstructures of these steels depend on the chemical compositions and heat treatments. In these steels, solidification starts at about 1450ºC with the formation of ferrite, austenite at about 1300ºC and sigma phase in the range of 600 to 950ºC.The latter undertakes the corrosion resistance and the toughness of these steels. According to literature, niobium has a great influence in the transformation phase of austenitic-ferritic stainless steels. This study evaluated the effect of niobium in the microstructure, microhardness and charge transfer resistance of one austenitic-ferritic stainless steel. The samples were annealed at 1050ºC and aged at 850ºC to promote formation of the sigma phase. The corrosion testes were carried out in artificial saliva solution. The addition of 0.5% Nb in the steel led to the formation of the Laves phase.This phase, associated with the sigma phase, increases the hardness of the steel, although with a reduction in the values of the charge transfer resistance.

ASSUNTO(S)

engineering




Comentários