Análise da ocorrência e dos fatores predisponentes de infecção de sítio cirúrgico em pacientes sumetidos a cirurgias ortopédicas / Analysis of the occurrence and predisposing factors for surgical site infection in patients who undergo orthopedic surgery.

AUTOR(ES)
FONTE

IBICT

DATA DE PUBLICAÇÃO

03/09/2012

RESUMO

A infecção de sítio cirúrgico é um dos principais problemas que pode acometer o paciente no perioperatório. Este tipo de infecção em cirurgia ortopédica consiste em problema grave devido à sua morbidade e custos elevados. O presente estudo teve como objetivo geral analisar a ocorrência e os fatores predisponentes de infecção de sítio cirúrgico em pacientes submetidos a cirurgias ortopédicas. Para tal, realizou-se estudo na abordagem metodológica quantitativa, com delineamento de pesquisa não-experimental, do tipo correlacional e longitudinal. A amostra foi composta por 93 pacientes submetidos a cirurgias ortopédicas limpas e eletivas. Para a coleta de dados, um instrumento foi elaborado e submetido à validação aparente e de conteúdo. A coleta de dados ocorreu no período de outubro de 2011 a março de 2012, em hospital privado filantrópico da cidade de Franca, estado de São Paulo. Na análise estatística dos dados empregou-se a análise bivariada (por meio de odds ratio, intervalo de confiança, teste Qui-quadrado com correção de Yates, teste t de \"Student\" e Mann-Whitney), regressão múltipla e regressão logística binária. A infecção de sítio cirúrgico foi detectada em 16 pacientes participantes da pesquisa, sendo a sua ocorrência de 17,2%. As variáveis investigadas relacionadas ao paciente foram a idade, Índice de Massa Corpórea, classificação ASA e a presença de doenças crônicas. As variáveis estudadas relacionadas ao procedimento anestésico cirúrgico foram a duração da anestesia, duração da cirurgia, uso de antibioticoprofilaxia e tempo total de internação. Os resultados evidenciaram diferença estatisticamente significante entre o grupo com e o grupo sem infecção, quando testado associação com a infecção de sítio cirúrgico e as variáveis classificação ASA e o tempo total de internação. Após ajuste do modelo de regressão logística binária, apenas a variável tempo total de internação mostrou-se com relação estatisticamente significativa com a presença ou não de infecção. Ressalta-se ainda que 75% dos casos de infecção foram diagnosticados após a alta hospitalar dos pacientes indicando a importância da vigilância epidemiológica pós- alta.

ASSUNTO(S)

enfermagem perioperatória fatores de risco infecção da ferida operatória infecção de sítio cirúrgico perioperative nursing risk factors surgical site infection surgical wound infection

Documentos Relacionados