Análise da associação entre características topográficas e tipos de ocorrência de processos erosivos ao longo de linha férrea - estudo de caso: malha Paulista - all (SP)

AUTOR(ES)
FONTE

Bol. Ciênc. Geod.

DATA DE PUBLICAÇÃO

2014-12

RESUMO

A ocorrência de eventos erosivos acelerados associados à implantação de sistemas de transportes é um dos principais problemas socioambientais enfrentados pelas concessionárias brasileiras. Feições erosivas do tipo linear e laminares são observadas tanto ao longo da plataforma, nos cortes e aterros, como fora dela, em caixas de empréstimo, áreas de jazidas exploradas, junto aos pés de aterros e jusante das obras de transposição. Além da compreensão das interações entre fatores condicionantes dos processos erosivos, é necessário estudar isoladamente cada um dos fatores com bastante detalhe para se compreender como, onde e por que a erosão ocorre. Dentre esses fatores, os atributos topográficos ou características das vertentes estão entre uma série de elementos controladores da distribuição dos processos erosivos. Sua importância para o desenvolvimento desses fenômenos advém do fato da topografia controlar a intensidade e direção dos fluxos hídricos pluviais, que por sua vez são os principais agentes erosivos no meio tropical úmido. Nesse contexto, através do uso de tecnologias geoespaciais e medidas estatísticas de associação não-paramétrica, este artigo apresenta uma análise da relação entre diferentes tipos de processos erosivos (classificados de acordo com suas características próprias e graus de gravidade) e seus respectivos valores de declividade e hipsometria das vertentes as quais estão localizados. A área de interesse é restrita às análises e registros de processos erosivos diagnosticados no trecho que interliga as cidades de Mairinque (SP) a Botucatu (SP), totalizando um trajeto de aproximadamente 176 km. A comparação dos resultados permitiu avaliar a importância da variável espacial na problemática tratada. A análise dos testes estatísticos não-paramétricos apontou que existe associação estatisticamente significativa entre as variáveis estudadas. Já as técnicas de geoprocessamento e o uso de informações espaciais, apesar de não fornecerem um valor estatístico que permita inferir a associação entre as variáveis analisadas, possibilitaram a observação da distribuição espacial dos fenômenos de erosão ao longo do trecho da ferrovia, indicando que tal comportamento não aponta, claramente, associação expressiva entre os tipos de processos e as características topográficas consideradas.The occurrence of accelerated erosion events associated with the implementation of transport systems is a major environmental problems faced by the Brazilian utilities. Erosive features of linear and laminar type are observed both along the platform, in the section sand embankments, and outside in boxes loan areas explored deposits, at the foot of embankments and downstream of the works of Transposition. In addition to understanding the interactions between conditioning factors of erosion, it is necessary to study separately each factor with enough detail to understand how, where and why erosion occurs. Among these factors, topographic attributes or characteristics of the slopes are among a number of factors controlling the distribution of erosion. In this context, by the use of geospatial tools and technologies and non-parametric statistical measures of association, this article presents an analysis of the relationship between different types of erosion (classified according to their own characteristics and degrees of severity) and their respective values of slope and hypsometry the slopes, which are located. The area of interest is restricted to the analysis and records of erosion diagnosed in the stretch that connects the cities of Mairinque (SP) and Botucatu (SP), totaling a path of about 176 km. The comparison of the results allowed to evaluate the importance of the spatial variable in the problem treated. The analysis of non-parametric statistical tests showed that there is a statistically significant association between variables. On the other hand, GIS techniques and the use of spatial information, in spite of not providing a statistical value - that allows to infer the association between the variables analyzed-, allowed the observation of the spatial distribution of the phenomena of erosion along the stretch of the railroad, indicating that such behavior not clearly indicates significant association between the types of processes and topographical characteristics considered.

ASSUNTO(S)

exact and earth sciences

Documentos Relacionados