Análise comparativa dos processos de soldagem GMAW e FCAW com transferência metálica por curto-circuito na posição horizontal

AUTOR(ES)
FONTE

Soldag. insp.

DATA DE PUBLICAÇÃO

31/08/2013

RESUMO

Os processos de soldagem com arame maciço (GMAW) e arame tubular (FCAW), que competem entre si em termos de qualidade, produtividade e operacionalidade, requerem do usuário informações seguras de suas principais características e aplicações para determinar as condições mais adequadas de soldagem. Desta forma, o objetivo deste trabalho é comparar a potencialidade de cada processo na soldagem horizontal de aço carbono ABNT 1020, variando o tipo de gás de proteção, a corrente e tensão de soldagem, mantendo constante a taxa de fusão por unidade de comprimento. Para a realização deste estudo foram utilizados os arames AWS E71T-1 e ER 70S-6 sob as proteções gasosas 100%CO2 e Ar+25%CO2 em dois níveis de corrente e quatro níveis de tensão. As características avaliadas foram a regularidade de transferência metálica no modo curto-circuito, a capacidade produtiva através da taxa e rendimento de deposição e o escorrimento do cordão de solda dentro do chanfro. De maneira geral, os dois processos apresentaram semelhança na capacidade produtiva, mostrando certa dependência do valor da tensão de soldagem. Também se observou que, na mesma faixa de corrente e com a elevação da tensão, houve mudanças nas características de transferência metálica nos dois processos. Em relação ao escorrimento dos cordões de solda, o processo GMAW apresentou melhores cordões em menores tensões. Para o processo FCAW os valores dos escorrimentos não apresentaram grandes variações, tendo uma condição melhor que o GMAW para maiores valores de tensão de soldagem (região de predominância de transferência metálica conduzida pelo fluxo sem curto-circuito). O gás de proteção 100%CO2, para ambos os processos, foi o que proporcionou melhor rendimento de depósito com predominância de transferência metálica por curto-circuito.The processes of welding with solid wires (GMAW) and flux cored wire (FCAW), that compete in terms of quality, productivity and operability, demand the user to have clear information about their main features and applications to determine the most appropriate welding conditions. Thus, the goal is to compare the capability of each process in the horizontal position welding of ABNT 1020 carbon steel, varying the type of shielding gas for the same level of welding current and voltage to maintain a constant deposition rate per length. For this study the wire E71T-1 and ER 70S-6 were used, both under 100% CO2 and Ar +25% CO2 shielding gas and in two current and four voltage levels. The stability of short-circuit metal transfer mode was evaluated along with the production capacity (deposition rate and deposition efficiency) and the presence of deposit discontinuity. In general, both processes had a similar production capacity, showing some dependence on the welding voltage value. It was noted that, for the same current range and with increasing voltages, there was a change in metal transfer characteristics for both processes. Regarding deposit discontinuities (runoffs), the solid wire showed better results with lower voltage values. The values of runoffs for the cored wire were similar, however with a better condition for higher values of voltage (region of predominance of metal transfer carried by the flux without short-circuiting). The shielding gas 100% CO2 allowed higher deposition efficiency for both wires with a predominance of short-circuit metal transfer mode.

ASSUNTO(S)

engineering

Documentos Relacionados