Adubação orgânica, mineral e organomineral e sua influencia no crescimento da helicônia em Garanhuns-PE

AUTOR(ES)
FONTE

Horticultura Brasileira

DATA DE PUBLICAÇÃO

01/12/2012

RESUMO

As helicônias se destacam pela beleza e variedade de formas e cores e estão entre as flores tropicais mais comercializadas no mundo. Foi avaliado o crescimento e o desenvolvimento de Heliconia psittacorum x H. spathocircinata, cv. Golden Torch, quanto à adubação orgânica e mineral. O experimento foi conduzido em campo, em delineamento inteiramente casualizado. Os tratamentos foram constituídos por quatro dosagens de adubo (testemunha (T1) solo local; esterco de boi (T2); adubo mineral NPK (T3) e esterco de boi + NPK (T4)), em dez repetições. Foram avaliados a altura da planta, número de brotações, época do florescimento, número, tamanho e peso das inflorescências. A combinação da adubação mineral (NPK) e orgânica (esterco) (organomineral) afetou significativamente a altura das plantas, apresentando um aumento de mais de 23% quando comparada com o controle aos 330 dias após o plantio. Aos seis meses de cultivo, todas as plantas exibiam um crescimento bastante homogêneo e vigoroso, sem sintomas visuais de deficiência nutricional, evidenciando que a adubação química associada ao esterco bovino (organomineral) é a mais recomendada para o cultivo de helicônia cv. Golden Torch. Essa cultivar pode ser bem adaptada às condições de Garanhuns.

ASSUNTO(S)

heliconia psittacorum flores tropicais npk esterco

Documentos Relacionados