Acúmulo de matéria seca e micronutrientes em mandioca consorciada com bananeira

AUTOR(ES)
FONTE

Pesqui. Agropecu. Trop.

DATA DE PUBLICAÇÃO

28/02/2014

RESUMO

A mandioca é uma importante cultura consorte. Entretanto, existem poucas informações sobre o acúmulo e partição de matéria seca na planta, bem como a demanda de micronutrientes, quando utilizada como espécie intercalar com frutíferas. O estudo foi conduzido em Januária (MG), em 20102011, com o objetivo de avaliar o acúmulo de matéria seca e micronutrientes em mandioca consorciada com bananeira irrigada. Utilizou-se delineamento de blocos ao acaso, com quatro repetições, considerando-se, como tratamentos, 14 épocas de coleta, do plantio até a colheita. Em cada coleta, as plantas foram separadas em parte aérea (caules e folhas) e raízes, para determinação da matéria seca e teores de Cu, Fe, Mn e Zn. O acúmulo de matéria seca e micronutrientes seguiu padrão de crescimento sigmoidal. O acúmulo de matéria seca da parte aérea foi crescente até 200 dias após o plantio (DAP), estabilizandose, posteriormente, até o fim do ciclo de cultivo. Nas raízes, o acúmulo de matéria seca foi contínuo até o fim do ciclo. A partir de 250 DAP, as raízes foram o principal órgão de acúmulo de matéria seca na planta. Para o acúmulo de micronutrientes nas plantas de mandioca, a ordem foi a seguinte: Fe > Zn > Mn > Cu. Concluiu-se que o cultivo de mandioca em consórcio com bananeira é viável, desde que haja adequada disponibilidade dos micronutrientes mais requeridos pelas plantas.Cassava is an important intercropping plant. However, there is little information on its dry matter accumulation and partitioning, as well as micronutrient demand, when it is intercropped with fruit trees. The study was conducted in Januária, Minas Gerais State, Brazil, in 2010-2011, aiming at evaluating the dry matter and micronutrients accumulation in cassava intercropped with irrigated banana tree. A randomized blocks design, with four replications, was used, with treatments consisting of 14 sampling periods, from sowing to harvest. At each sampling period, plants were classified as shoots (stems and leaves) and roots, for determining their dry matter and contents of Cu, Fe, Mn and Zn. The dry matter and micronutrients accumulation fitted a sigmoidal growth pattern. The shoot dry matter accumulation increased up to 200 days after planting (DAP), stabilizing thereafter up to the end of the crop cycle. For roots, the dry matter accumulation was continuous up to the end of the cycle. From 250 DAP, roots became the main dry matter accumulation organ. Micronutrients accumulation in cassava plants occured in the following order: Fe > Zn > Mn > Cu. It was concluded that the cultivation of cassava intercropped with banana tree is viable, provided there is a proper availability of micronutrients required by plants.

ASSUNTO(S)

agricultural sciences

Documentos Relacionados